31 de dez de 2017

Diante dos cortes na saúde e segurança, economia do Acre faliu miseravelmente


No cenário atual, é imperativo que o Estado reduza seus gastos e não caia no aumento de tributos


Gina Menezes - Plantões extras de servidores da saúde não pagos, corte de benefícios a militares, rolamento de dívidas que se acumulam como bola de neve, comerciantes amargando prejuízos e ao mesmo tempo pagando pesada carga de impostos.

Essas não são as notícias que gostaríamos de ter lido sobre nosso Estado nesse encerramento de 2017, mas é a verdade que não se pode esconder. Sem dinheiro para honrar pagamento de duas categorias tão fundamentais para o Estado (saúde e segurança pública), o governo do Acre segue ignorando a importância dos servidores públicos no mesmo passo em que segue ignorando seu alto índice de endividamento, fruto da falta de investimento no setor produtivo. Sem dinheiro para honrar financiamentos, o governo contrai dívidas para pagar dívidas. Não, absolutamente esse não o é o Acre que queremos para encerrar 2017 e nem o Acre do futuro.

Precisamos reconhecer que esse modelo econômico adotado no Acre, de arrocho a empresários e falta de incentivo à iniciativa privada, faliu miseravelmente.

É preciso reduzir o tamanho do Estado. Reduzir ao tamanho necessário. Não seria o chamado “Estado Mínimo”, praticado pelos Estados Unidos entre 1780 até 1913, mas, sim, um Estado que se concentre em questões sociais, deixando para a iniciativa privada as demais atividades. Os indivíduos, o cidadão comum, eu e você, precisamos tomar as rédeas das nossas vidas dentro dessa estrutura social e para isso precisamos de liberdade econômica.

Nunca é demais frisar que o liberalismo econômico é uma doutrina que indica, entre outras questões, que a maioria das decisões econômicas sejam tomadas pelos indivíduos e não por organizações coletivas. É deixar que as leis de mercado operem sem sua plenitude. Precisamos de um Estado menos interventor para que toda nossa economia não dependa do contra-cheque público como tem acontecido no Acre.

Como bem diz o economista Reinaldo Cafeo, no cenário atual é imperativo que o Estado reduza seus gastos e não caia na vala comum do aumento de tributos. Nenhum cidadão, nenhuma empresa, enfim, ninguém suporta mais uma elevação dos tributos. Precisamos de duas coisas essenciais para construir o Acre do futuro: liberdade e produtividade. As duas emblemáticas palavras estão ligadas intrinsecamente, pois acreditamos veementemente que não existe democracia sem liberdade econômica.

Precisamos dar um basta nesse projeto que estar posto. As coisas não podem continuar da maneira que estão. É preciso projeto novo que tenha como objetivo o desenvolvimento econômico do Acre.

Desejo um Acre melhor, produtivo e com viabilidade econômica não só para 2018, mas para todo nosso futuro. Precisamos construir uma nova realidade.

Prefeita Marilete Vitorino concede aumento na remuneração dos Conselheiros Tutelares


A prefeita de Tarauacá Marilete Vitorino sancionou, neste mês de dezembro, a Lei nº 819/2014 que aumenta a remuneração dos conselheiros tutelares municipais de Tarauacá, categoria que não recebia aumento salarial há mais de 04 anos. O documento de autoria do Executivo foi enviado e aprovado na Câmara Municipal.

Na mensagem, a prefeita destacou que a gestão 2017-2020 tem como um de seus principais compromissos a valorização do serviço público municipal, inclusive por meio do incentivo salarial, dada a importância dos servidores públicos para o adequado desempenho das funções administrativas.

Marilete Vitorino ressaltou que compete aos conselheiros a proteção, atuação necessária para o bem-estar da comunidade. 

“A iniciativa tem fundamento, também, na importância da valorização dos conselheiros tutelares, cuja atuação visa à preservação da dignidade e dos direitos de crianças e adolescentes, conforme atribuições dispostas, essencialmente, no artigo 136, do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA” apontou.

Os conselheiros antes recebiam o valor de (1.250) e terão seus vencimentos reajustados para R$ 1.930,00. A concessão terá efeito a partir do dia 1º de janeiro de 2018.

Para a conselheira tutelar, Camyla Figueiredo, essa é uma importante conquista para a classe. “O aumento foi de grande importância para a nossa categoria e vem em um bom momento. A Prefeita Marilete Vitorino tem nos ouvido e buscado oferecer melhores condições de trabalho, assim continuamos atuando da melhor forma possível para que os direitos das crianças e adolescentes do município sejam garantidos” disse a conselheira.

Temer assina decreto que fixa valor do salário mínimo em 2018


Valor diário corresponderá a R$ 4,34 por hora


O presidente Michel Temer assinou nesta sexta-feira (29) o decreto que fixa o valor do salário mínimo em R$ 954 em 2018. A definição será publicada em edição extra do Diário Oficial da União e o reajuste vale a partir de 01/01/2018. 

Com a chegada dos contratos intermitentes, que permitem jornadas flexíveis, o decreto define também os valores por hora e por dia de trabalho. Estes são, respectivamente, R$ 4,34 e R$ 31,80. 

Atualmente, o mínimo nacional está em R$ 937. O valor aprovado por Temer nesta sexta é inferior à estimativa aprovada pelo Congresso Nacional, de R$ 965. 

O ajuste do salário mínimo é definido em cálculo que usa a inflação do ano anterior e o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos dois anos anteriores. Como o PIB de 2016 teve variação negativa, apenas a estimativa para Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que está em 1,81%, foi considerada. Vale lembrar que o valor consolidado desse índice ainda não é conhecido. 

29 de dez de 2017

Netflix e WhatsApp iniciam parceria


Mensagem enviada a alguns usuários indicam que o serviço de streaming será uma das primeiras empresas a usar o WhatsApp oficialmente



Netflix e WhatsApp podem estar prestes a lançar um “serviço conjunto”, resultado das novas ferramentas do mensageiro voltadas a empresas. Usuários indianos começaram a receber mensagens do serviço de streaming sugerindo essa forma de “contato”.

“Podemos entrar em contato com você através do WhatsApp”, diz um pop-up na tela. “Como membro registrado do WhatsApp, você pode receber mensagens sobre a sua conta e sugestões sobre o que assistir no seu número”, continua.

Aparentemente, o serviço precisará de autorização para funcionar. Não se sabe quando (e se) essa possibilidade chegará a usuários de outros países.

Eletrobras aprova prazo maior para privatização de distribuidoras no Norte e Nordeste


José Roberto Gomes - Acionistas da Eletrobras aceitaram estender até 31 de julho de 2018 o prazo para a companhia tomar providências para privatização de seis distribuidoras nas regiões Norte e Nordeste, segundo ata de assembleia desta quinta-feira.

O prazo inicial era 31 de dezembro deste ano.

A privatização envolve a Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), a Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron), a Amazonas Distribuidora de Energia (Amazonas Energia), a Boa Vista Energia, a Companhia Energética de Alagoas (Ceal) e a Companhia Energética do Piauí (Cepisa).

O governo federal anunciou em agosto projeto para privatizar a Eletrobras até o fim de 2018. O plano envolve a venda das distribuidoras antes, uma vez que essas empresas que atuam em Estados do Norte e Nordeste, são fortemente deficitárias e atrapalhariam o interesse de investidores no negócio.

Fontes disseram à Reuters recentemente que a estatal tem enfrentado dificuldades para venda de suas distribuidoras de energia no primeiro semestre de 2018. Empresa e governo estão correndo atrás de saídas para viabilizar os negócios, evitando problemas para privatização da holding.

Conforme a ata da assembleia, as distribuidoras continuarão a prestar “serviços temporários de distribuição até a efetiva transferência do controle acionário, desde que todos os recursos necessários para operar, manter e fazer investimentos ligados aos serviços públicos da distribuidora sejam providos pela tarifa, pela União ou pelos fundos setoriais”.

28 de dez de 2017

Governo fecha ano com guerra entre assessores, calote em servidores e com empresa alagada




O governo Tião Viana (PT) já caminha para um dos mais desastrados da história recente do Acre. Para se ter uma ideia, antes do apagar das luzes de 2017 terceirizadas pegaram calotes, deixando milhares de funcionários na mão nesse Natal, estagiários também ficaram sem receber, policiais tiveram vencimentos achatados, o governador pediu outro empréstimo para salvar a folha de pagamento e dois de seus principais assessores, os jornalistas Tião Maia e Leonildo Rosas se engalfinham nas redes sociais por causa do disparate salarial entre os dois. Maia acusa Rosas de ter levado para casa cerca de R$ 100 mil com próprio salário e de seus apaniguados, entre mulher, filhos e “adjacentes”. Leo devolveu na mesma moeda, acusando Maia de ser um caloteiro, inclusive de bares.

Para piorar ainda mais o quadro, a já falida Peixe da Amazonia, uma empresa criada pelo governo que o ex-presidente Lula, outro em vias de ser preso a qualquer momento, veio inaugurar ao menos duas vezes, amanheceu coberta por água nesta quarta-feira, 27. Uma subida no nível do rio Iquiri foi fatal para o elefante branco, criado para vender peixe, mas que acaba comprando peixe de Rondônia para poder fazer algumas entregas.

Mesmo debaixo de ameaças de greves e de ter suas vísceras expostas pelo assessor Tião Maia, que sabe demais sobre o PT, o Governo e os irmãos Viana, o próprio governador faz que não está venda nada. Pelo contrário. Ajudou a promover uma noite de distribuição de comendas nesta quinta-feira para prestigiar aliados e figuras importantes numa festa feita para seus dois candidatos a sucessores, o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, e o secretário de Segurança, Emylson Farias. Mesmo diante de tantas nuvens negras, com enganação, calotes e outros quitais, a oposição não se manifesta. Ninguém quis falar hoje de manhã sobre nenhum desses assuntos.     

Prefeita Marilete Vitorino sanciona lei que beneficia servidor portador de necessidades especiais



ESTADO DO ACRE MUNICÍPIO DE TARAUACÁ GABINETE DA CASA CIVIL LEI Nº 917/17 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2017.

“Dá nova redação ao Artigo 95 e parágrafo 1º e acrescentam os pará- grafos 2º, 3º e 4º da Lei Nº 847 de 27 de maio de 2015 que dispõe sobre o Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Município de Tarauacá” A Prefeita do Município de Tarauacá, FAÇO SABER que a Câmara Municipal decreta e ou sanciono a seguinte lei:

Art. 1º - O Artigo 95 e o parágrafo 1º da Lei Nº 847 de 27 de maio de 2015, passam a vigorar com a seguinte redação:

Art. 2º - A servidora ou servidor publico do município de Tarauacá, mãe, pai, tutora, tutor, curadora ou curador de portadores de deficiência física e de excepcionais que necessitam de cuidados especiais, ficam autorizados a se afastarem de repartição durante meio turno diário.

Parágrafo Primeiro - O afastamento de que trata o caput o dependente legalmente constituído é excepcional e necessita de assistência direta do responsável, devendo ser respondido em, no máximo, cinco dias úteis.

Parágrafo Segundo - A autoridade referida no parágrafo anterior encaminhará o expediente à Secretaria de Saúde, com vistas ao setor de Perícia Médica credenciada, que emitirá laudo conclusivo sobre o requerimento, em três dias úteis.

Parágrafo Terceiro - A licença de que trata esta Lei será concedida pelo prazo máximo de seis meses, podendo ser renovada, sucessivamente, por iguais períodos, observado sempre os procedimentos estabelecidos nos itens I e II, do Artigo 1º desta lei. Parágrafo Quarto - Os benefícios desta lei são extensivos a qualquer dos cônjuges que venha a sofrer de invalidez, comprovada por laudo pericial de junta medica do município ou credenciada.

Art. 3º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Gabinete da Prefeita, em 20 de dezembro de 2017.

Marilete Vitorino de Siqueira Prefeita de Tarauacá

Os celulares que perdem o suporte do WhatsApp no dia 1º de janeiro



Ainda em 2017, o app perdeu o suporte para os sistemas Android 2.1 e 2.2, Windows Phone 7, iPhone 3GS/iOS6 e Nokia Symbian 60

A partir do dia 1º de janeiro de 2018, o WhatsApp deixará de oferecer suporte e atualizações para todos os smartphones que rodem o Windows Phone 8.0, BlackBerry 10 e BlackBerry OS.
Isso não significa que o aplicativo deixará de funcionar nesses celulares, mas sim que eles não poderão mais receber atualizações e, portanto, poderão ficar mais vulneráveis a possíveis falhas de segurança.

Ainda em 2017, ele perdeu o suporte para os sistemas Android 2.1 e 2.2, Windows Phone 7, iPhone 3GS/iOS6 e Nokia Symbian 60. Outros sistemas operacionais que deveriam estar na lista tiveram o prazo de “vencimento” do suporte adiado. São eles o Android 2.3.7 e versões anteriores e o Nokia S40.

De acordo com o WhatsApp, a mudança tem como objetivo direcionar esforços da marca para aparelhos que a maioria de seus clientes utiliza. "Por mais que tenham feito uma importante parte em nossa história eles não possuem a capacidade requerida para que possamos expandir os recursos de nosso aplicativo no futuro", justificou. 

Confiança da indústria do Brasil termina 2017 no melhor nível em quase 4 anos, diz FGV


Camila Moreira - O setor industrial do Brasil terminou 2017 com a confiança na máxima em quase quatro anos diante do maior otimismo para o futuro, apontou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira.

Os dados divulgados pela FGV mostraram que o Índice da Confiança da Indústria (ICI) subiu 1,3 ponto em dezembro e terminou o ano com 99,6 pontos, nível mais alto desde os 100,1 pontos de janeiro de 2014.

“A indústria percebe melhora no ambiente de negócios e acredita na manutenção dessa trajetória favorável nos próximos meses... pela primeira vez desde setembro de 2013, há prevalência de respostas otimistas na pesquisa, o que reforça a perspectiva do setor de continuidade da recuperação da confiança em 2018”, disse a coordenadora da Sondagem da Indústria da FGV/IBRE, Tabi Thuler Santos, em nota.

Entre os 19 segmentos industrias pesquisados, 11 apresentaram melhora no mês.

O Índice da Situação Atual (ISA) avançou 1,3 ponto e foi a 98,5 pontos, melhor patamar desde fevereiro de 2014, devido principalmente à melhora na percepção sobre os negócios.

Já o Índice de Expectativas (IE) subiu 1,4 ponto e foi a 100,8 pontos, nível mais alto desde junho de 2013, com a melhora na percepção sobre a evolução dos negócios nos seis meses seguintes.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada, por sua vez, avançou 0,3 ponto percentual em dezembro sobre novembro e alcançou 74,5 por cento.

O resultado final da confiança da industria contraria sua prévia, que havia indicado queda do ICI com piora da percepção atual.

A confiança do consumidor e do comércio também mostraram melhora em dezembro.

De acordo com os dados mais recentes divulgados pelo IBGE, a produção industrial do Brasil registrou em outubro expansão de 0,2 por cento sobre o mês anterior, impulsionada por bens de capital e de consumo.

27 de dez de 2017

Movimento Brasil Livre marca ruas da Capital para protestar contra “má gestão pública”


Situação foi registrada por usuária do Facebook; ruas estão com buracos e suscetíveis a causar acidentes

Foto foi compartilhada no Facebook. Foto: Reprodução

Um registro no Facebook chamou a atenção pela crítica com tons de criatividade: nas proximidades do Horto Florestal, moradores escreveram nas ruas esburacadas as siglas do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

Após pesquisar a origem das marcações, a equipe da ContilNet chegou ao coordenador estadual do Movimento Brasil Livre, (MBL), Athos Santos, que ligou a autoria da ação ao Movimento que possui 35 integrantes no Acre.

Registro foi feito por integrantes do MBL-Acre. Foto: Reprodução

De acordo com Santos, se trata de um reflexo do sentimento da população, que está indignada com a falta de cuidados com as ruas e com as investigações referentes à Operação Buracos, deflagrada pela Polícia Federal (PF) em outubro deste ano. A ação da PF investiga o desvio de R$ 700 milhões, dinheiro que seria utilizado para reconstrução de rodovias federais e ramais.

“Estamos vendo que os recursos não estão sendo bem investidos. Nossa cidade parece um queijo suíço. As obras gerenciadas pelo prefeito Marcus Alexandre não surtiram efeito. Onde está o dinheiro desviado, os R$ 700 milhões que até agora a Polícia Federal procura? Por que o prefeito precisa devolver um valor superior a R$ 200 milhões à União? Quem vai explicar isso para a população?”, disse Athos.

Boa notícia: Rocha garante recursos para Brasiléia e Jordão

Assessoria - Os municípios de Jordão e Brasiléia receberam na manhã desta terça-feira,26, uma excelente notícia do deputado federal Major Rocha (PSDB).

Ambos municípios foram beneficiados com as emendas parlamentares individual do tucano. 

Jordão receberá uma R$:250 mil para a construção da secretaria municipal de Saúde, o pagamento deste recurso já foi autorizado pelo governo federal. 

Já o município de Brasiléia teve a emenda no valor de 200 mil reais, empenhada, aguardando agora somente a confirmação de seu pagamento pelo governo federal. O recurso será usado para aquisição de um veículo que servirá para atender as demandas do município.

Rocha destacou a luta, juntamente com sua equipe em Brasília e no Acre, na busca de mais recursos para as cidades acreanas. 

"É quase um presente de Natal, fico feliz em poder dar essa notícia aos municípios de Jordão e Brasiléia. Nossa equipe tem lutado juntamente comigo pela liberação destas emendas. Sei que  as emendas parlamentares têm oxigenado as prefeituras, que, hoje se encontram abandonadas pelo governo do PT do Acre" disse ele.

Para Tarauacá o Deputado Major Rocha já havia disponibilizado uma emenda de 300.000 para a compra de um caminhão para escocamento da produção agrícola.


Gol anuncia transmissão de TV ao vivo e gratuita em seus voos


Segundo a companhia, o sistema de transmissão se trata de um "aprimoramento" do sistema de entretenimento que é oferecido nos voos



Desde a última quinta-feira (21), a Gol começou a oferecer em seus voos a transmissão ao vivo de canais de televisão. Gratuito, o serviço já está disponível em 70% da frota de aviões da companhia e pode ser acessado através de notebooks ou tablets dos passageiros.

Segundo a companhia, o sistema de transmissão se trata de um “aprimoramento” do sistema de entretenimento que é oferecido nos voos – no caso, a disponibilidade de alguns filmes e seriados. A transmissão do sinal de TV é realizada da mesma forma, através do sinal de internet.

Seis canais serão transmitidos nos voos: TV Globo, GloboNews, Gloob, GNT, Multishow e OFF. Eles são oferecidos através de uma parceria com a Net, Globo e Globosat.

Confiança do comércio no Brasil sobe em dezembro e vai ao maior patamar desde 2014


Thaís Freitas - A confiança do comércio no Brasil avançou em dezembro e atingiu o maior nível em três anos e meio, com melhora das expectativas em meio ao cenário de recuperação econômica, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quarta-feira.

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) do Brasil subiu 2,4 ponto em dezembro, indo a 94,8 pontos, máxima desde julho de 2014 (95,8), após a leve queda de 0,1 por cento no mês anterior.

“Entre os fatores que vêm impulsionando o otimismo do setor estão a inflação baixa, o ciclo da redução da taxa de juros, as perspectivas de recuperação do mercado de trabalho e a evolução recente da confiança dos consumidores”, disse em nota o coordenador da Sondagem do Comércio da FGV IBRE, Rodolpho Tobler.

O resultado geral foi influenciado pelo Índice de Expectativas (IE-COM), que avançou 4,9 ponto, atingindo 104,8 pontos, o primeiro valor acima dos 100 pontos desde março de 2014 (102,0 pontos).

“A alta do IE-COM sugere que o setor está otimista com relação à sustentação da fase de recuperação das vendas ao longo do primeiro semestre de 2018”, afirmou Tobler.

A FGV divulgou ainda que o Índice da Situação Atual (ISA-COM) caiu 0,4 ponto no mês, para 85 pontos, indicando que a recuperação de vendas continua sendo gradual.

A FGV já havia informado que a confiança do consumidor fechou 2017 com o melhor resultado em dois anos, apesar de ter perdido fôlego em dezembro. Já a confiança da construção subiu em dezembro e foi ao maior patamar desde janeiro de 2015.

26 de dez de 2017

Venezuela decide expulsar embaixador brasileiro


Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela inicia processo para declarar diplomata Ruy Pereira como 'persona non grata'. Justificativa do regime de Maduro é a "violação do fio constitucional" no Brasil.A Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela declarou o embaixador do Brasil na Venezuela, Ruy Pereira, como persona non grata neste sábado (23/12).

Foto: DW / Deutsche Welle
Delcy Rodriguez, presidente da Assembleia
Nacional Constituinte da Venezuela

O anúncio foi feito pela presidente da assembleia, Delcy Rodríguez. Além do diplomata brasileiro, o encarregado de negócios do Canadá, Craib Kowalik, recebeu a mesma classificação.

"No âmbito das competências da Assembleia Nacional Constituinte, que está justamente na soberania das nossas bases, decidimos declarar persona non grata o encarregado de negócios do Canadá e o embaixador do Brasil", disse Delcy Rodríguez.

No caso do Brasil, a medida irá valer até que se restaure "o fio constitucional" que foi "violado" no Brasil, "um país-irmão". O regime de Nicolás Maduro considera que o impeachment sofrido pela ex-presidente Dilma Rousseff foi um golpe de Estado.

Já em relação ao Canadá, a decisão foi tomada devido à "permanente, insistente, grosseira e vulgar intromissão" do país nos assuntos internos venezuelanos.

"A chancelaria venezuelana tem durante anos chamado atenção para que se respeitem a Convenção de Viena sobre as relações diplomáticas. Persistentemente, fazem declarações, usam o Twitter para pretender dar ordens na Venezuela", afirmou a presidente da Assembleia Nacional venezuelana.

Com a decisão, a chancelaria do país iniciará o processo para que os representantes diplomáticos sejam declarados pernonas non grata. Caso isso ocorra, ambos serão expulsos da Venezuela.

Itamaraty reage

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores do Brasil disse que tomou conhecimento das declarações de Delcy Rodríguez. Caso a decisão seja confirmada, o Itamaraty informou que irá aplicar "as medidas de reciprocidade correspondentes".

"Caso confirmada, essa decisão demonstra, uma vez mais, o caráter autoritário da administração Nicolás Maduro e sua falta de disposição para qualquer tipo de diálogo", diz o comunicado.

Em agosto, Brasil e Canadá expressaram apoio ao Parlamento venezuelano, de maioria opositora, e se opuseram à formação da Assembleia Constituinte da Venezuela.

Formado por Brasil, Argentina, Canadá, Chile, México e outros sete países do continente americano, o chamado Grupo de Lima afirmou não reconhecer a legitimidade da Assembleia Constituinte, por ser totalmente formada por aliados de Maduro.

Na última quinta-feira, o Itamaraty emitiu um comunicado condenando a decisão da Assembleia Constituinte venezuelana de suprimir as prefeituras metropolitanas de Caracas e Alto Apure, que estavam sob o controle da oposição.

"O governo brasileiro repudia o continuado assédio do regime de Nicolás Maduro à oposição venezuelana, com a arbitrária dissolução dos governos municipais de Caracas e Alto Apure e a imposição de exigências que comprometem a participação de importantes partidos de oposição no processo eleitoral", dizia o documento.

Na opinião do Ministério de Relações Exteriores brasileiro, essas medidas "desmentem o anunciado interesse do governo venezuelano em buscar uma solução negociada e duradoura para a crise".

Além disso, o Brasil pediu ao governo de Maduro que reconheça "a gravidade do quadro humanitário" e autorize ajuda internacional para fazer frente às "carências que afligem a sociedade venezuelana, em particular em matéria de saúde e alimentação".

Libertação de ativistas

Grupos de direitos humanos e opositores do presidente Nicolás Maduro dizem que as autoridades estão mantendo de maneira injusta 268 presos políticos, que são punidos por protestarem contra a "ditadura". Já Maduro argumenta que todos os ativistas presos foram acusados de forma legítima por atos de violência e subversão.

"Que fique claro que os eventos promovidos pela oposição venezuelana extremista, que causaram mortes de venezuelanos, não podem se repetir", disse Rodriguez, mas acrescentou que alguns presos envolvidos no protesto poderão passar o Natal com suas famílias.

Cerca de 170 pessoas morreram pela violência em dois protestos anti-Maduro em 2014 e no início de 2017.

A libertação de opositores, mesmo com a imposição de penas alternativas, poderia dar impulso a negociações entre o governo de Maduro e a oposição.

Países ocidentais e vizinhos latino-americanos têm criticado cada vez mais Maduro, acusando-o de desrespeitar a democracia e os direitos humanos. O governo diz que os países estrangeiros estão tentando encorajar um golpe de direita.

KG/ABr/lusa/efe

ACORDO EMBRAER/BOEING: NECESSÁRIO, POLÊMICO E INEVITÁVEL

Ozires Silva defende acordo Boeing-Embraer



Após ser revelada a negociação para um acordo entre a Boeing e a Embraer na semana passada, as notícias sobre as companhias seguem no radar dos mercados. Em entrevista ao Valor, o ex-presidente e um dos fundadores da Embraer, Ozires Silva, defendeu o acordo entre as empresas. 

Convidado pela direção da fabricante brasileira para avaliar a proposta de uma potencial combinação de negócios, Silva não deu detalhes das conversas ao jornal, mas afirmou que a Boeing está disposta a encontrar uma solução que atenda aos interesses das duas empresas e, ao mesmo tempo, tenha o aval do governo brasileiro e dos acionistas. O objetivo, segundo ele, é aumentar o poder de competição das duas empresas no mercado mundial de aviação. Ele lembrou que o processo de privatização da Embraer também enfrentou desafios e oposição, mas que se não tivesse sido feito, a Embraer não teria sobrevivido. Segundo Silva, o controle não está em discussão. 

Contudo, o mesmo jornal noticia que o governo brasileiro quer saber se a Embraer chegou a negociar o controle da companhia. 

FOCUS - Mercado vê inflação menor e Selic abaixo de 7% em 2018


Patrícia Duarte - O mercado reduziu suas expectativas de inflação para este ano e 2018 e, ao mesmo tempo, passou a ver que a Selic fechará o próximo ano abaixo de 7 por cento, em meio à recuperação gradual da economia, mostrou nesta terça-feira a pesquisa Focus do Banco Central.

As projeções para a alta do IPCA neste ano recuaram a 2,78 por cento, sobre 2,83 por cento no levantamento anterior, enquanto que para 2018 foram a 3,96 por cento, ante 4 por cento.

Assim, as estimativas para a Selic no fim do próximo ano recuaram a 6,75 por cento, sobre 7 por cento, atual patamar da taxa básica de juros e na mínima histórica.

O Top 5, grupo de economistas que mais acerta as projeções, manteve a expectativa de que a Selic fechará 2018 a 6,50 por cento.

Na semana passada, ao divulgar seu Relatório Trimestral de Inflação, o BC reduziu novamente suas expectativas sobre a inflação neste ano, ainda mais abaixo da meta oficial, e manteve a sinalização de que deve continuar reduzindo os juros básicos no início de 2018.

A meta de inflação para 2017 e 2018 é de 4,5 por cento pelo IPCA, com margem de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

O Focus mostrou ainda que as contas para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano subiram ligeiramente a 0,98 por cento, sobre 0,96 por cento. Para 2018, passaram a 2,68 por cento, sobre 2,64 por cento.

21 de dez de 2017

Lulinha: do caminho das antas ao apartamento de R$ 6 milhões. Ou: O filho que sai ao pai não degenera. Ou ainda: O sítio das delícias



Reinaldo Azevedo - Lulinha: do caminho das antas ao apartamento de R$ 6 milhões. Ou: O filho que sai ao pai não degenera. Ou ainda: O sítio das delícias - Os Lula da Silva têm mesmo um jeito heterodoxo de viver. Chega a ser estranho que o chefão do PT tenha querido, algum dia, como é mesmo?, mudar o mundo… Ora, mudar para quê? A partir de certo momento, vamos admitir, esse mundo só sorriu para ele. E continua a sorrir para a sua família. […]

Os Lula da Silva têm mesmo um jeito heterodoxo de viver. Chega a ser estranho que o chefão do PT tenha querido, algum dia, como é mesmo?, mudar o mundo… Ora, mudar para quê? A partir de certo momento, vamos admitir, esse mundo só sorriu para ele. E continua a sorrir para a sua família. Reportagem de capa da VEJA desta semana expõe a proximidade entre o agora ex-presidente da República e o empreiteiro baiano Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, um dos presos da operação Lava Jato. Proximidade que pode fazer com que o escândalo do petrolão ainda exploda no colo do companheiro-chefe. É que Pinheiro começou a fazer algumas anotações… Leiam a reportagem da revista desta semana. Quero aqui abordar um aspecto em particular.

A VEJA informa que Fábio Luís da Silva — vulgo “Lulinha” — mora num apartamento, numa área nobre em São Paulo, avaliado em R$ 6 milhões. É isso mesmo que vocês leram. O apartamento do filho do Primeiro Companheiro é coisa de ricaço. Mas parem de ficar imaginando maldades. O dito-cujo não está em nome do rapaz! Não! Oficialmente, o dono do imóvel é o empresário Jonas Suassuna, que é apenas… sócio de Lulinha.

Esse rapaz, note-se, é, desde sempre, um portento. Lula já o chamou de o seu “Ronaldinho”, louvando-lhe as habilidades para fazer negócios. Formado em biologia, o rapaz era monitor de Jardim Zoológico até o pai chegar à Presidência. Cansado de ficar informando ao visitante onde se escondiam as antas, ele decidiu ser empresário quando o genitor se tornou o primeiro mandatário. E o fez com uma desenvoltura assombrosa. Só a Telemar (hoje Oi) injetou R$ 15 milhões na empresa do rapaz, a Gamecorp. Nada além de uma aposta comercial?

Assim seria se assim fosse. Empresas de telefonia são concessões públicas, que dependem de decisões de governo. Aliás, é bom lembrar: Lula mudou a lei que proibia a Oi (ex-Telemar) de comprar a Brasil Telecom (que era de Daniel Dantas). A síntese: o pai de Lulinha tomou a iniciativa de alterar uma regra legal e beneficiou a empresa que havia investido no negócio do filho. Isso é apenas uma interpretação minha? Não! Isso é apenas um fato. Adiante.

Os Lula da Silva formam uma dinastia. O filho repete, em certa medida, o caminho do pai — e não é de hoje. Quando Lula era o líder da oposição, também morava, a exemplo de Lulinha, numa casa que estava muito acima de suas posses oficiais. O imóvel lhe era cedido por um advogado milionário chamado Roberto Teixeira, seu compadre. Se vocês entrarem no Google, ficarão espantados com a frequência com que Teixeira aparece ligado a, digamos assim, negócios que passam pelo petismo. Se clicarem aqui, terão acesso a um grupo de textos evidenciando, por exemplo, as suas interferências na venda da Varig.

Agora o sítio
Jonas Suassuna, o sócio de Lulinha e dono oficial do apartamento milionário em que mora o filho do Poderoso Chefão petista, é quem aparece como proprietário de um sítio em Atibaia, no interior de São Paulo, em companhia de Fernando Bittar, que é, ora vejam, o outro sócio de Lulinha. Até aí, bem…

Ocorre que, no PT, e fora dele, incluindo toda a Atibaia, a propriedade é conhecida como o “sítio do… Lula!”. É lá que ele passa os fins de semana desde que deixou a Presidência. A propriedade foi inteiramente reformada, em tempo recorde, pela empreiteira OAS, a pedido de… Lula! Os pagamentos aos operários eram feitos em dinheiro vivo. O arquiteto que cuidou de tudo se chama Igenes Irigaray Neto, indicado para o empreendimento pelo empresário José Carlos Bumlai, amigão de… Lula! O tal aparece com frequência em histórias mal contadas envolvendo o petismo — inclusive o petrolão.

A OAS, que reformou o sítio que até petistas dizem ser do ex-presidente, também foi chamada para concluir um dos edifícios da Bancoop, a cooperativa ligada ao PT, que era presidida por João Vaccari e que faliu, deixando três mil pessoas na mão. O único prédio concluído é justamente um de alto padrão, onde Lula tem um tríplex, com elevador interno. Quando explodiu o caso Rosemary Noronha, aquela amiga íntima do ex-presidente, a OAS foi mais uma vez chamada para dar uma mãozinha para João Batista, o marido oficial da tal senhora.

Assim se construiu a república petista. Os companheiros têm explicações para essas lambanças? É claro que não! Preferem ficar vomitando impropérios nas redes sociais, acusando supostas conspirações. Definitivamente, o PT superou a fase do Fiat Elba, que foi peça-chave na denúncia contra Collor. Fiat Elba? Ora, Lula, o PT e a tropa toda são profissionais nas artes em que Collor ainda é um amador.

Brasil conquista 40 medalhas e quebra 15 recordes em campeonato de natação


O segundo colocado foi a Rússia e o terceiro, a Polônia
                                     Edição: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias Revisão: Major Alle


O Brasil foi o grande campeão do 49º Campeonato Mundial Militar de Natação, promovido pelo Conselho Internacional do Esporte Militar (CISM), com 40 medalhas: 21 de ouro, 14 de prata e 5 de bronze, além da quebra de 15 recordes. A delegação Russa conquistou o segundo lugar, com 25 medalhas: 9 de ouro, 12 de prata e 4 de bronze; já a Polônia ficou em terceiro lugar, com 13 medalhas: 3 de ouro, 2 de prata e 8 de bronze.

A delegação brasileira foi composta por 26 atletas, sendo oito militares da Marinha do Brasil (MB); 14 do Exército Brasileiro (EB); e 4 da Força Aérea Brasileira (FAB).


De acordo com o Vice-Almirante Fuzileiro Naval Paulo Martino Zuccaro, Presidente da Comissão Desportiva Militar Do Brasil, os dois principais objetivos foram alcançados. “O primeiro foi criar condições para que aqui brilhassem, como efetivamente brilharam, as estrelas deste grande evento, que são esses fabulosos atletas, orgulhos de suas respectivas nações. O segundo, aparentemente tão bem cumprido quanto o primeiro, foi conformar um ambiente de trabalho e convivência propício à prática contínua dos ideais do CISM, tão bem expressos em seu lema, a bem da verdade sua razão de ser: amizade através do esporte”, ressaltou.


O campeonato foi realizado entre os dias 11 e 16 de dezembro e contou com a presença de 131 atletas militares de 12 países: Brasil, Alemanha, Canadá, França, Índia, Iraque, Luxemburgo, Polônia, Rússia, Sri Lanka, Suíça e Ucrânia.


As competições foram realizadas nas instalações esportivas construídas para os Jogos Olímpicos Rio 2016, na Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), no Rio de Janeiro (RJ). O campeonato é organizado pelos Ministérios da Defesa e do Esporte em conjunto com a Comissão Desportiva Militar do Brasil (CDMB) e a CDA, com o intuito de impulsionar a preparação dos atletas militares de alto rendimento para os 7º Jogos Mundiais Militares na China, em 2019, e os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Reforma trabalhista obriga trabalhadores a pagar honorários de milhares de reais? Entenda as polêmicas


Advogados trabalhistas comentam o que muda na Justiça com a aplicação da reforma trabalhista


Se o vídeo não reproduzir normalmente, desabilite seu bloqueador de anúncios (adblock). A transmissão começa com o volume no 'mudo', clique no ícone de som para acioná-lo.

Recentemente, um trabalhador acidentado a caminho do trabalho foi condenado ao pagamento R$ 20 mil ao perder a ação trabalhista que movera contra a empresa. Pouco antes, uma ex-funcionária do Itaú teve de arcar com gastos de R$ 67 mil em contexto semelhante.

Em ambos os casos, os valores correspondem aos honorários dos advogados das companhias. A nova legislação trabalhista, vigente desde novembro, impõe que esses gastos sejam cobertos pela parte perdedora em processos envolvendo trabalhadores e empregadores.

Mas nem todos os profissionais da área concordam com a aplicação da regra nesses casos em específico. Considerando que ambos os processos foram abertos antes da vigência da nova CLT, existem duas interpretações: que a reforma passa a valer a todas as ações judiciais, ou apenas naquelas abertas depois da aplicação da lei atual.

No âmbito geral, existem também pontos controversos na nova CLT, a ponto de parte da população e dos juristas defenderem a inconstitucionalidade da regra. 

O InfoMoney Entrevista de hoje debate a questão com dois advogados especialistas na área, Paulo Lee, sócio da Crivelli Advogados, e Rene Koerner, sócio da Urbano Vitalino. Confira a entrevista no player acima.

Embraer KC-390 atinge a Capacidade Inicial de Operação


 Embraer KC-390


São José dos Campos, SP, 20 de dezembro de 2017 – O novo jato de transporte militar e reabastecimento Embraer KC-390 completou um marco fundamental hoje, com a demonstração pela Embraer à Força Aérea Brasileira (FAB) do atingimento da Capacidade Inicial de Operação (Initial Operational Capability – IOC).

O atingimento da IOC assegura as condições necessárias para o início da operação da aeronave, em conformidade com o escopo acordado com a FAB. Como parte da IOC, a Embraer obteve um Certificado de Tipo Provisório do KC-390 junto à ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), atestando a adequação do projeto aos exigentes requisitos de certificação de aeronaves da categoria transporte.

“É com grande satisfação que anunciamos o atingimento deste marco importante para o Programa KC-390”, disse Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “A campanha de certificação tem avançado conforme o planejado e os testes realizados tiveram grande sucesso, comprovando a maturidade da aeronave e confirmando o desempenho e as capacidades previstas”.

Até o presente momento, a campanha de ensaios acumula mais de 1.500 horas de voo nos dois protótipos e mais de 40.000 horas de testes em laboratório dos diversos sistemas da aeronave. A campanha de ensaios estruturais se aproxima do fim, restando apenas o ensaio de fadiga em corpo de prova em escala real.

Ao longo de 2018, estão previstos a emissão do Certificado de Tipo final pela ANAC, bem como a realização de ensaios em voo de diversas funcionalidades militares, incluindo testes remanescentes de reabastecimento aéreo, lançamento de cargas e outros, visando o atingimento da Capacidade Final de Operação (Final Operational Capability – FOC), objeto da certificação militar final da aeronave.

A entrega da primeira aeronave de série à FAB está programada para acontecer ainda em 2018.

DIVULGAÇÃO: Embraer

20 de dez de 2017

Com o tema Natal Feliz Prefeitura de Tarauacá realizará grande festa para toda a criançada amanhã quinta-feira(21)



A Prefeitura Municipal de Tarauacá realizará nesta quinta-feira, (21), uma grande festa de Natal para todas as crianças do município.

Será uma grandiosa festa de confraternização preparada especialmente para todas as crianças de Tarauacá, promovendo assim, o convívio social e comunitário. Além de resgatar o verdadeiro valor do Natal, proporcionando momentos de lazer e diversão. Uma tarde de muita alegria com vários sorteios de brinquedos. O evento acontecerá na Praça Tarauacá, a partir das 17h.

“Vai ser uma linda festa que estamos preparando com muito carinho para todas as crianças do nosso município, é uma data especial e todos devemos festejar”, enfatizou a Prefeita Marilete Vitorino.

Prefeitura de Tarauacá anuncia pagamento dos Servidores Públicos



A Prefeitura de Tarauacá anuncia pagamento dos servidores públicos referente ao mês de dezembro para o dia 22 e 28 — de acordo com o cronograma da Secretaria de Finanças.

“Tivemos um ano muito difícil financeiramente, mas à boa gestão do dinheiro público realizado ao longo do ano reitera nosso compromisso com os servidores municipais. Foi preciso economizar ao longo do ano para que nesse período pudéssemos honrar o pagamento dos servidores”, destacou a prefeita Marilete Vitorino.

Vale ressaltar que a Prefeitura antecipou o 13º Salário dos servidores no dia 15 de dezembro.


Secretarias que irão receber dia 22 são as seguintes:



GAB. DA PREFEITA

GAB. DO VICE-PREFEITO

SEC. DE FINANÇAS

SEC. DE ADMINISTRAÇÃO

SEC. DE SAÚDE

SEC. DE OBRAS

SEC. DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

SEC. DE PLANEJAMENTO

SEC. DE AGRICULTURA

SEC. DE MEIO AMBIENTE

SEC. DE CULTURA, DESPORTO  E TURISMO

Dia 28 - Dezembro

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO. 

Governador Tião Viana altera nome do Parque de Exposição para homenagear Wildy Viana


Alteração vem através da lei nº 3.360 e foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado do Acre



Salomão Matos - O governador do Acre, Tião Viana, no uso de suas atribuições como chefe do Executivo, publicou na edição do Diário Oficial da última terça-feira (19) uma alteração envolvendo o Parque de Exposição Marechal Castelo Branco.


Através da lei nº 3.360, o nome do local passa a ser Parque de Exposição Wildy Viana, homenageando o pai Wildy Viana, que faleceu em março deste ano. A alteração do nome do parque foi aprovada pelos deputados da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac).

 Alteração foi publicada no Diário Oficial. Imagem: Reprodução

SOBRE WILDY VIANA

Nascido em 1929, o pai dos políticos Tião e Jorge Viana foi vereador e prefeito de Rio Branco entre os anos de 1963 e 1966. De 1967 a 1979, foi deputato estadual pelo ARENA. Em seguida, se tornou deputado federal durante os anos de 1980 a 1987 pelo PDS, encerrando sua carreira política logo depois.

Wildy faleceu em 13 de março deste ano, deixando viúva, filhos, netos e bisnetos.

Tião Viana aparece na lista do G1 nacional como o pior governador do país


Governador do Acre, Tião Viana (PT)/Foto: Secom

O portal de notícias G1 divulgou na semana passada uma lista dos melhores e piores governadores do Brasil, baseada no desempenho dos chefes dos executivos referentes aos anos de 2015 e 2016. Na seleta lista, o governador do Acre, Tião Viana (PT), aparece em primeiro lugar no ranking dos piores executivos.


Sobre o governo do Acre, o G1 constatou que Tião Viana cumpriu apenas 16% das promessas de campanha. Ele assumiu 25 compromissos em seu plano de governo, cumpriu apenas dois e outros dois foram parcialmente cumpridos, ou seja, ele está devendo 21.

Entre os melhores, o governador do estado vizinho, Confúcio Moura (PMDB) de Rondônia aparece empatado tecnicamente com o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). Marconi Perillo (PSDB), de Goiás, ficou em terceiro lugar. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) está em quarto lugar e Raimundo Colombo, de Santa Catarina, em quinto.

Os dez melhores

1° Confúcio Moura – RO –78,78%
2° Flávio Dino – MA – 78,37%
3° Marconi Perillo – GO – 75%
4° Geraldo Alckmin – SP – 70,58%
5° Raimundo Colombo – SC – 69%
6° Camilo Santana – CE –65%
7° Simão Jatene – PA – 63%
8° Marcelo Miranda – TO – 53%
9° Wellington Dias – PI – 52%
10° Paulo Câmara – PE – 51%

Os dez piores

1° Tião Viana – AC – 16%.
2° Fernando Pimentel – MG – 26%.
3° Rodrigo Rollemberg – DF 27% .
4° José Melo – AM –28% .
5° Suely Campos – RR- 34% .
6° Reinaldo Azambuja – MS – 34,78% .
7° Pedro Taques – MT – 34,78%.
8° Paulo Hartung – SC – 38%01.
9° Luís Fernando Pezão – RJ – 41,6%.
10° Waldez Góes – AP – 44,11%.

Para se chegar aos dados, o G1 baseou na execução do programa de governo registrado no TSE, de cada governador, foi somado os itens cumpridos e parcialmente cumpridos, excetuando os itens não cumpridos ainda, e dividindo-se pelo total de compromissos assumidos pelos governadores.

Em nota o portal informou que a metodologia em “percentual”, favorece quem promete mais. Quanto maior o programa de governo, menos um item não cumprido influencia no percentual. Já quem promete pouco, ao deixar de cumprir um item pode perder uma grande fatia do percentual. Exemplo: O governador fez 100 promessas e deixou de cumprir uma, perde 1%. Mas, se tiver apenas 10 promessas e deixar de cumprir uma, perde 10% no ranking.

Embora o governador de Rondônia tenha feito poucas promessas, ele cumpriu a maioria delas, por isso está em primeiro. Já o governador de São Paulo, que apresentou o maior número de promessas, deixou de cumprir boa parte delas.