13 de jun de 2009

O “SER” HUMANO É INGRATO


Vocês já repararam que as grandes datas que eram para serem comemoradas passam como se fosse um dia comum. Ou eu to ficando doido ou esse mundo tá acabando mesmo. Passou o centenário de Santos Dumont em 2006 e somente a imprensa especializada falava no assunto. Aqui em Tarauacá necas de pitibiraba, e olha que 9 meses ao ano dependem de avião aqui. Passou agora 06 de junho que marca o dia da luta pela “liberdade” (dia D), em que milhares de soldados morreram, e aqui no Brasil nada também e os da FEB, mal tem um museu. No Acre então pobre coitados dos soldados da borracha há pouco tempo que estão lembrando deles.
Acho que vou aderir ao cinismo de Diógenes.
Não vou nem falar do 1º Art. da Constituição, muitos aqui não iam entender mesmo.
É meus amigos, o mundo tá esquecendo o que foi a II guerra mundial. Mas vale aqui a lembrança de uma máxima:
Soldados são que nem Deus. Só são lembrados quando precisam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.