30/08/2014

MUITO LINDA, MAS PRECISAVAM TER CORTADO O ACRE?


APÓS 38 ANOS: PREFEITURA RESGATA EXPOACRE TARAUACÁ




O prefeito de Tarauacá, Rodrigo Damasceno realizou oficialmente na manhã de quinta-feira, 28, o lançamento da Expoacre Tarauacá 2014, considerado um dos maiores eventos já realizado no município. A última Exposição já realizada em Tarauacá aconteceu há 38 anos atrás, ainda na gestão do ex-prefeito, Ênio Ayres, hoje após 38 anos, a festividade terá três noites de duração, com inicio no dia 01 de Outubro, reta final do Novenário de São Francisco,  e término no dia 03, tendo como atração principal, na segunda noite com show do cantor Léo Magalhães.


A cerimônia de lançamento aconteceu na Rádio Nova Era FM, contando ainda com a presença do vice-prefeito, Chagas Batista e do Secretário de Cultura, Esporte e Turismo João Maciel. Além disso, os ouvintes tiveram a oportunidade de conhecer as atrações do evento, os artistas que foram contratados para animar a multidão.


O  prefeito Rodrigo Damasceno, relata que a exposição proporciona a sociedade urbana conhecer a vida do produtor do campo. “A valorização e o reconhecimento das famílias que vivem do agronegócio são de fundamental importância para toda a sociedade. Nossa Administração reconhece e confia na agricultura Acriana”, declarou.


Rodrigo agradeceu a todos os parceiros, em especial, o Governo do Estado, SEBRAE, dentre outros colaboradores, acrescentando ainda  que a festividade ajuda a aquecer a economia de Tarauacá em diversos setores. “Essa é mais uma das iniciativas que nos ajudam a trazer as pessoas para momentos de diversão, como também ajuda a movimentar a nossa economia, por isso, não medimos esforços para resgatar esta festividade”, complementou.

A feira é realizada pela a Prefeitura de Tarauacá, em parceria, com o governo do Estado, e acontecerá na Praça da Municipal. O prefeito Rodrigo Damasceno já confirmou a participação do show do cantor Léo Magalhães, atração principal da festa, além de outras atrações regionais. A tradicional cavalgada ocorrerá no dia 30 de Setembro.

Assecom Tarauacá

FACECOISAS - 30/08/2014

29/08/2014

TRIBUTO AO PASSADO - TARAUACÁ - ACENDIMENTO DA TOCHA OLÍMPICA NA SEMANA DA PÁTRIA


MOTOR DO KC-390 É CERTIFICADO

Kc-390 reabastecendo jatos A-1 - imagem Embraer

INTERNATIONAL AERO ENGINES RECEBE A CERTIFICAÇÃO DA FAA PARA O MOTOR V2500-E5, QUE EQUIPARÁ O NOVO JATO DE TRANSPORTE MILITAR KC-390 DA EMBRAER

Nota da Pratt&Whitney / UTC publicada na quarta-feira, 27 de agosto, informou que o motor V2500-E5 destinado ao jato militar KC-390 da Embraer recebeu certificação da FAA (Federal Aviation Administration – administração federal de aviação dos EUA). O motor é fabricado pela International Aero Engines (IAE), consórcio multinacional de motores aeronáuticos formado pela Pratt & Whitney Commercial Engines, pela Pratt & Whitney Aero Engines International GmbH, Japanese Aero Engines Corporation e MTU Aero Engines.

O jato de transporte militar e reabastecimento em voo KC-390, projetado pela Embraer e com protótipo em construção, tem como cliente lançador a Força Aérea Brasileira (FAB). Segundo Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança, “alcançar a certificação do motor dentro do cronograma é um grande ganho para o programa. Nós temos um alto nível de confiança de que o motor vai desempenhar de forma tão confiável quanto sua contraparte já em serviço tem desempenhado, e estamos ansiosos pelo primeiro voo bem-sucedido.”

V2500-E5 de testes para o Embraer KC-390 - foto IAE

O presidente da Pratt & Whitney Commercial Engines, Dave Brantner, afirmou: “Atingir a certificação é mais uma prova da persistente confiabilidade de nossos motores V2500 e da capacidade de nossa equipe de desenvolvimento de aprimorar essa tecnologia.”

Com um empuxo de 31.330 libras, o motor V2500-E5 foi selecionado em julho de 2011 pela Embraer e pela Força Aérea Brasileira, que estabeleceu os requerimentos para o KC-390. Por um lado, a Embraer e seus clientes esperam o máximo de comunalidade com a família V2500. Por outro, mudanças foram feitas para otimizar a instalação do motor na nova aeronave.

Tabela de características motores família V2500 - imagem IAE

A IAE fornece, para o KC-390, um sistema de produção totalmente integrado, incluindo o motor V2500-E5 com sua nacele. A instalação dos motores e das naceles são apoiadas pela área de negócios de aeroestruturas da UTC Aerospace Systems, e as entregas visam obedecer a um cronograma de entrada em serviço do KC-390, na FAB, em 2016.

KC-390 em corte - imagem Embraer

FONTE: PODER AÉREO

GRIPEN - FAB AVALIA PROPOSTA DE EMPRESA SUECA


 Foram três semanas de avaliações e discussões acerca dos detalhes para a compra de 36 caças Gripen NG

FAB - Quinze representantes da empresa sueca SAAB estão nesta semana na sede do Comando da Aeronáutica, em Brasília (DF), para discutir os detalhes da proposta de aquisição de 36 caças Gripen NG. 

Eles se reúnem em grupos com uma comissão de representantes da FAB para tratar de aspectos logísticos, operacionais, técnicos, offset, industriais, comerciais e de conceito do programa de aquisição. Entre os dias 11 e 22 de agosto, uma equipe de cerca de 40 militares e civis do Comando da Aeronáutica avaliou cada detalhe da proposta apresentada.

Conforme o cronograma previsto, esta é a primeira de três rodadas de avaliações e discussões. Após essa fase, a SAAB encaminhará a proposta final. A expectativa do Comando da Aeronáutica é assinar o contrato até o fim do ano. 

Gripen C/D
Na próxima semana, militares da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC) vão se reunir com representantes do governo sueco para tratar do projeto de cessão temporária de caças Gripen das versões C e D, já em uso naquele país. A reunião irá abordar, em detalhes, como será o treinamento de aviadores e de pessoal de apoio na Suécia.

PIB BRASILEIRO CAI 0,6% NO 2º TRIMESTRE, DIZ IBGE



Com a revisão dos dados do 1º trimestre, resultado aponta que o Brasil está em recessão técnica
  
 - O PIB (Produto Interno Bruto) nacional encolheu 0,6% ao longo do segundo trimestre de 2014, na comparação com o primeiro do ano. O resultado, divulgado nesta sexta-feira (29) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), leva em conta todas as riquezas produzidas pelo País.

O instituto também aproveitou para revisar a divulgação do resultado referente ao primeiro trimestre do ano, que passou de 0,2% para -0,2%, o que caracteriza que o Brasil agora se encontra em uma recessão técnica, situação na qual a economia encolhe por dois trimestres seguidos.

Apesar das duas quedas seguidas, no acumulado dos quatro últimos trimestres, houve crescimento de 1,4% em relação aos quatro trimestres anteriores.

Em valores correntes, a produção das riquezas do País alcançou R$ 1,27 trilhão no segundo trimestre, sendo R$ 1,1 trilhão referentes ao valor adicionado a preços básicos e R$ 183,7 bilhões aos Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios.


No primeiro semestre de 2014, o PIB apresentou crescimento de 0,5% em relação a igual período de 2013. Nesta base de comparação, o destaque ficou para o desempenho da Agropecuária (1,2%) e dos Serviços (1,1%). A Indústria, por sua vez, sofreu queda de 1,4%.

Setores 

A agropecuária teve variação positiva de 0,2%, enquanto a indústria (-1,5%) e os Serviços (-0,5%) recuaram. Na comparação com o segundo trimestre de 2013, o PIB teve queda de 0,9%, sendo que a agropecuária permaneceu estável (0,0%), a indústria teve recuo (-3,4%) e os serviços variaram 0,2%.

Dentre os subsetores da Indústria, apenas a Extrativa mineral cresceu (3,2%). A Indústria de Transformação (-2,4%), Construção Civil (-2,9%) e Eletricidade e Gás, Água, Esgoto e Limpeza Urbana (-1,0%) apresentaram queda em relação ao trimestre anterior.

Já nos Serviços, o recuo foi puxado pelo desempenho negativo observado no Comércio (-2,2%) e em Outros Serviços (-0,8%). Os serviços de administração, saúde e educação pública (0,1%) e transporte, armazenagem e correio (0,0%) mantiveram estabilidade em relação ao trimestre imediatamente anterior.

Pela ótica do gasto, o resultado negativo do PIB foi puxado pelas quedas da Formação Bruta de Capital Fixo (-5,3%) e da Despesa de Consumo da Administração Pública (-0,7%).

DA SÉRIE: CÁ ENTRE NÓS - 29/08/2014


CÁ ENTRE NÓS HEIN! NÃO TEM NADA MAIS FORA DE MODA DO QUE ESSA EXPRESSÃO: "LUTAR CONTRA OS PODEROSOS"

ISSO JÁ VIROU ATÉ RETÓRICA.

TEM ALGUMAS COISAS QUE ESTÃO SENDO POSTADAS NAS REDES SOCIAIS QUE NEM BEIRA MAIS O RIDÍCULO, CAIU NO PRECIPÍCIO MESMO.

NÃO ADIANTA, TODOS SÃO CULPADOS DA "M" QUE ESTÁ POR VIR.

DICA TARAUACÁ NOTÍCIAS - CINCO TÉCNICAS DE CONTROLE DE PRAGAS PARA HORTAS ORGÂNICAS

Remova ervas daninhas, prepare seu próprio pesticida e faça armadilhas para as pragas indesejáveis


ecycle - As pessoas que possuem um jardim orgânico costumam pensar na própria saúde e no meio ambiente na hora de montá-lo. Porém, é preciso dar continuidade a esse pensamento na hora de combater as pragas -  há uma série de técnicas que podem ajudar sem causar danos ambientais.

Confira algumas delas:

• Limpeza

A limpeza e a manutenção do jardim feitas regularmente é a melhor maneira para preservar as plantas e obter o melhor crescimento das mesmas. Verifique se o local está livre de plantas infectadas e, caso não esteja, descarte-as. Isso ajuda na prevenção e combate das pragas prejudiciais.

Remova as ervas daninhas, pois esse é o lugar ideal para o crescimento de parasitas. Procure regar as plantas de manhã cedo para que o excesso de água seque durante o dia. Tente molhar o solo e não as folhas, já que assim elas ficam mais propensas a danos causados por fungos.

• Sombrite

A tela de sombreamento ou o “sombrite” é o método mais comum e muito eficaz para o controle de pragas. Elas são feitas de material leve, permeável, de polipropileno ou de poliéster. Podem ser apoiadas por aros de arames fincados no solo para obter uma cobertura de proteção firme ou simplesmente são deixadas soltas em cima das plantas.

• Pesticida natural

Alho, cebola, manjericão, alecrim e lavanda são consideradas formas naturais para a produção de alguns odores repulsivos. Sendo assim, você pode usar essas técnicas naturais para o controle de parasitas enquanto a infestação no seu jardim não se espalhou para uma grande extensão.

• Armadilhas adesivas

São feitas com um material rígido, revestidas com cores específicas e possuem uma substância pegajosa para a captura. Obtêm melhor resultado quando usadas de acordo com o grau de infestação e a espécies de praga. A colocação dessas armadilhas deve ser feita após consultar um profissional.

• Inseticidas caseiros

O uso deste inseticida requer cuidado, pois só funciona quando aplicado sobre os parasitas e, às vezes, pode ocorrer de queimar as folhas das plantas. Por isso, teste sobre uma pequena plantação antes de aplicar em toda a sua horta. Aí vai a receita:

Misture uma colher de sopa de sabonete e uma xícara de óleo com 500 ml de água em um borrifador. Mescle bem esses ingredientes e borrife diretamente nos insetos. Esteja certo de que as partes inferiores das folhas estejam livres deles, pois é um lugar costumeiro para os mesmos.

Ao usar essas técnicas fáceis para se livrar de pragas, certifique-se de não estar eliminando plantas ou bichinhos que são benéficos para a sua horta orgânica.

TUDO O QUE ESTÁ AQUI É PARA NOSSO USO, NÃO PARA NOSSO ABUSO - É MELHOR COMEÇAR A CONSCIENTIZAR ESSE POVO


QUEIMADAS VISTAS POR SATÉLITES

28/08/2014

UTILIDADE PÚBLICA - CACHORRINHO DE ESTIMAÇÃO DESAPARECIDO


PROCURA-SE ! 

Esse é meu cachorro ele sumiu há três dias, não voltou até agora. Por favor, se alguém tiver visto ele entre em contato pelo telefone 9996-0929.

Ele está sem roupinha e sem coleira, o nome dele é Pyter.

Recompensa-se para quem o encontrar.

Lis Aragão

INSEGURANÇA NA CAPITAL: BANDO ARMADO INVADE CASA, MATA ADOLESCENTE E DEIXA 2 FERIDOS


Os criminosos só não atiraram na mãe por falta de munição.

Adolescente morreu após ser atingida por um tiro/Foto: Arquivo Pessoal

Kellyton Lindoso - Mais um crime bárbaro foi registrado em Rio Branco. Na madrugada desta quinta-feira (28), bandidos invadiram a residência do servidor público Aldecy Freitas da Silva, de 54 anos, e assassinaram sua filha adolescente de 15 anos, identificada por L.S.F., e atiraram em seu outro filho, Lucas de Souza Freitas, 19 anos, estudante de medicina da Universidade Federal do Acre (Ufac).

O crime aconteceu por volta das 2 horas da madrugada. Informações preliminares cedidas pela polícia, pai, mãe e filhos estavam dormindo quando foram surpreendidos por um bando de três homens não identificados que arrombaram a fechadura da porta da frente.

Os bandidos, então, invadiram a casa e renderam a filha caçula de 15 anos que, ao ser imobilizada, conseguiu correr para o quarto, mas acabou sendo atingida por um tiro nas costas. Ela morreu na hora.

Com o barulho, o pai foi até a sala e foi recebido com dois tiros, que atingiram o tórax e o braço esquerdo. O irmão mais velho também foi até a sala e também foi atingido com um tiro no tórax. Os criminosos só não atiraram na mãe por falta de munição.

Ao perceberem que a tentativa de assalto foi frustrada, o grupo se evadiu da casa e um veículo prata, modelo Classic.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou pai e filho para o Pronto Socorro de Rio Branco às pressas. Informações dão conta de que Aldecy e Lucas passaram por procedimento cirúrgico e não correm risco de morte.

Imagens de uma câmera de segurança instalada na casa de vizinhos das vítimas irão ajudar a polícia nas investigações.

Artigo relacionado:
Polícia prende acusados de matar adolescente e atirar contra pai e filho

DA SÉRIE: COLUNAS DO EDBAR - HUMOR

EDUCAÇÃO BRASILEIRA SÓ SERÁ BOA QUANDO GARANTIR A TODOS O DIREITO DE APRENDER


Quando o governante determina onde o aluno vai estudar mas não assegura um padrão minimo de qualidade no ensino, ele cria dois problemas


Ensino fundamental (Thinkstock/VEJA)

 João Batista Araujo e Oliveira -  A maioria dos prefeitos determina em qual escola o aluno deve estudar. Isso se dá quase sempre em função do local de residência. É um critério baseado na eficiência com o objetivo de reduzir transtornos e custos com transportes. Esse critério também permite racionalizar a rede de escolas. Até aí, tudo bem.

O problema começa quando aparecem os resultados. Sempre que os dados de avaliações nacionais são divulgadas, é possível notar que as redes são desiguais. Ou seja, a avaliação de 5º ano de língua portuguesa da Prova Brasil, por exemplo, mostra que existem escolas com 150 pontos, enquanto outras atingem 250 pontos. Isso significa que, quando o prefeito determina onde o aluno vai estudar mas não assegura um padrão minimo de qualidade, ele cria dois problemas.


Primeiro, como normalmente as piores escolas estão nos lugares mais carentes, os alunos que mais precisam de escola boa são os mais prejudicados, aumentando as desigualdades socais. Segundo, ao obrigar o aluno a frequentar uma determinada escola em que a qualidade não é garantida, o prefeito tira do cidadão o direito de buscar um futuro melhor.

Esse problema existe em todo mundo, mas há duas diferenças importantes que sugerem caminhos. A primeira é que o nível de desigualdades no Brasil é muito maior do que em outros países, e a quantidade de pessoas nos níveis mais baixos da escala socioeconômica é muito grande. Isso faz com que, em tese, a maioria dos alunos das escolas públicas tenha uma escola igualmente péssima. Na prática não é bem assim, pois cada diferença de 10 pontos na prova Brasil melhora significativamente as chances dos alunos.

A outra diferença é que o padrão de qualidade do ensino nas escolas que atendem as populações carentes na maioria dos países desenvolvidos é muito semelhante – apesar de nem sempre as escolas conseguirem dar o atendimento adequado aos alunos.  

Os dados do Pisa ilustram bem esse argumento. Quando se analisa separadamente o desempenho do grupo de alunos mais pobres, uma décima parte do universo de estudantes brasileiros, vê-se que a pontuação média na prova de língua portuguesa é de 340. Os dois grupos da extremidade oposta — os 20% mais ricos, portanto — têm desempenho entre 420 e 470 pontos. Mesmo com uma pontução superior à obtida pelo grupo dos mais pobres, a nota dos mais ricos ainda se encontra aquém da média dos alunos dos países da OCDE (que reúne as nações mais desenvolvidas do mundo), que é de 500 pontos.

O que os dados mostram é que um sistema de baixa qualidade é ruim para todos, mas é ainda pior para os mais pobres, pois esses ficam com suas chances cada vez mais reduzidas.

O desafio proposto pelo Prêmio Prefeito Nota 10 consiste em alterar situação: sempre haverá melhores e piores, sempre haverá escolas que se distinguem e escolas com resultados piores. Mas a pior escola deve ser muito parecida com a melhor, no sentido de assegurar a cada aluno o seu direito de aprender e um padrão de ensino de boa qualidade. E isso requer novas políticas, novas práticas e novas formas de administrar a educação no município.

João Batista Araujo e Oliveira é presidente do Instituto Alfa Beto

DA SÉRIE: TUDO SOBRE O GLP 'GÁS DE COZINHA' COMO FAZER UMA COMPRA SEGURA DE BOTIJÃO?

No momento da compra o consumidor deve sempre estar atendo aos seguintes pontos: observar a uniformização do entregador, caracterização do veículo e se o botijão está com o lacre e etiqueta da mesma empresa do entregador, veículo e a marca em relevo no botijão. Em caso de dúvida com relação ao peso do botijão não tire o lacre e ligue para o seu distribuidor.

MÁRCIO BITTAR PROMETE VALORIZAR POLICIAIS, NÃO BANDIDOS



AC24HS/Da editoria de política, com informações da assessoria do candidato - “Vou valorizar a polícia no meu governo e não bandidos”, prometeu, caso seja eleito, nesta quarta-feira, 27, o candidato ao governo do Acre, Marcio Bittar (PSDB), da Coligação por Um Acre Melhor, a moradores do bairro Plácido Castro, na Baixada da Sobral. Ele fez caminhada na região para prestigiar a inauguração do comitê de propaganda do candidato Daniel do Sintesac (PSDB).

Ao caminhar por uma das regiões mais violentas de Rio Branco durante a manhã, o candidato Marcio Bittar se deparou com cenas que lhe chamaram a atenção: as grades de ferro nas portas e janelas das residências e estabelecimentos comerciais. Das pessoas ouviu a mesma reclamação, a de que está quase impossível sobreviver à traquinagem de meliantes.

Diante da situação o candidato garantiu que, se for eleito, a partir de 2015, a polícia ganhará uma nova roupagem, primeiro na filosofia de trabalho, que começará pela valorização do cidadão que sai de casa fardado para defender a sociedade, o agente. “A polícia será bem tratada pelo meu governo. Polícia é polícia, bandido é bandido. E é assim que vai ser. Os bandidos precisam respeitar a polícia, ter medo”, disse o candidato.

Em segundo lugar, as polícias serão equipadas com tecnologia, fardamento, além da melhora no ambiente de trabalho. “Fui no quartel do Bope e fiquei com vergonha do ambiente onde nossos policiais de elite trabalham. O teto está caindo. Vamos mudar isso. Os agentes penitenciários não tem farda. Vamos mudar também”, disse.

Marcio Bittar acha que o modo como a esquerda, que governa o Acre e o Brasil, trata a segurança pública é totalmente equivocado. “A esquerda acha que todo bandido é uma vítima da sociedade. Isso não é verdade. Tem gente bem criada, de família boa, que vira bandido. Então bandido terá tratamento da lei”, afirmou.

Segundo o candidato, outra demonstração de desrespeito que o governo do PT demonstra com as polícias está no orçamento. Na propaganda, por exemplo, o governo do Acre investe praticamente o dobro de dinheiro em relação às polícias Civil e Militar. “Não é possível governar gastando mais com propaganda que com polícia. E eu vou mudar isso. Vamos investir na moral da tropa dando a ela condições de trabalho”, garantiu.

O candidato a governador tucano também anunciou que fará concurso público para as policias Militar, Corpo de Bombeiro e Civil. Há uma defasagem grande, ainda segundo estudos de 2008. “Vamos fazer os concursos e melhorar os quarteis e outros locais de trabalho deles, porque isso é um passo importante no combate à violência”, garantiu Bittar.

Durante a tarde o candidato a governador gravou programas de rádio e televisão, concedeu entrevista ao jornal espanhol El País e à noite prestigiou reuniões de candidatos proporcionais. Nesta quinta-feira, cedo viaja para o interior onde cumpre agenda em Feijó, Tarauacá, Cruzeiro do Sul e Porto Walter.

27/08/2014

TRIBUTO AO PASSADO - QUADRILHA JUNINA INFANTIL - 27/08/2014

PROFESSOR BALEADO EM ESTADO GRAVE EXPÕE FACE TRÁGICA DE VIOLÊNCIA EM ESCOLAS


Carlos Christian Gomes | Foto: Arquivo pessoal
Professor foi alvejado por aluno que pediu outra chance de refazer avaliação

"Professora, preste atenção, que comigo não são cinco tiros, são seis".

A frase foi dita por um aluno à professora Mariana*, em uma escola estadual em Sergipe, e faz referência ao trágico caso de um professor baleado em Aracaju no dia 12 de agosto.

Série sobre violência contra professores abre cobertura de eleições da BBC Brasil
Professora tenta suicídio duas vezes após agressões consecutivas de alunos
'Professores reclamam mais do medo que do salário', diz psiquiatra

Carlos Christian Gomes estava na escola em que leciona Biologia quando foi atingido por cinco tiros. Ele continua internado em estado grave, respirando com ajuda de aparelhos.

Camilla Costa - "A gente quer pensar que é brincadeira, mas nunca se sabe", conta Mariana. Por medo das consequências, a professora achou melhor não dar o nome do aluno à diretora da escola.

O suspeito de atirar contra Carlos Christian é um aluno de 17 anos, que teria ficado revoltado com uma nota baixa. O caso foi destacado por leitores da BBC Brasil em nossas páginas de Facebook, Google+ e Twitter como um símbolo da violência contra professores no País.

A professora Mariana, conta que, depois de ser repreendido por ela, o aluno que ameaçou "dar seis tiros" não repetiu o comentário. "Eu disse (ao aluno) que esse assunto não é algo com o que se brinque e que eu poderia levar a sério, ir à delegacia e fazer um boletim de ocorrência. E que, se qualquer coisa acontecesse comigo, o primeiro suspeito seria ele".

"Alguns alunos se aproveitam da situação para amedrontar mesmo o professor. Se aconteceu com Carlos Christian, pode acontecer com qualquer um. O professor fica vulnerável quando está dando aula."

Intimidação
Dias após a tentativa de homicídio, professores fizeram uma manifestação na frente do Palácio de Despachos do governo de Sergipe contra a violência nas escolas. Pais, parentes e professores que atuam na região de São Cristóvão também fizeram uma passeata pela paz nas proximidades da escola Olga Barreto, onde ocorreu o crime.

O aluno suspeito de atirar contra o professor cursava a 8ª série da Educação de Jovens e Adultos (EJA), se apresentou recentemente à polícia e disse ter planejado o crime.

"Ele disse que as questões na prova não correspondiam à revisão que o professor passou em sala de aula. Afirmou que comprou a arma e pediu ao professor uma segunda chance. Quando o professor disse que não era possível, ele atirou", disse à BBC Brasil a delegada Thereza Simony, responsável pelo caso.

Segundo Claudia Oliveira, que ensina Língua Portuguesa na Escola Olga Barreto há sete anos, o professor Carlos Christian não havia se queixado de problemas de relacionamento com alunos. "Ele é muito responsável em suas atividades, não falta, participa de projetos na escola. Não tinha motivo nenhum para o aluno agir dessa forma."

"O rapaz não tinha comportamento agressivo com nenhum dos professores, mas era um aluno que faltava às aulas, não fazia as atividades. Ele ainda teria outra oportunidade para recuperar a nota, porque aquela era a primeira avaliação que fez", afirmou.

Como lidar?
Segundo Joel Almeida, do Sintese, professores devem ficar atentos a questões como dificuldade de aprendizagem ou comportamento agressivo de alunos.

Caso haja a suspeita de que problemas de comportamento estejam ligados a questões psicológicas ou ao uso de drogas, Almeida diz que os docentes devem procurar coordenadores pedagógicos, que acionem assistentes sociais e psicólogos.

"Mas se o professor perceber que o problema é relacionado à entrada de drogas e armas na escola, a polícia deve ser acionada, porque isso é um problema de segurança pública. Na maioria das vezes, os alunos são usuários, mas há casos em que o sujeito se matricula na escola, mas é um traficante", afirma.

A delegada Theresa Simony diz que, se o professor se sentir ameaçado, pode registrar um boletim de ocorrência na delegacia - ou Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), caso o autor da ameaça seja um menor - e encaminhar o assunto à Justiça.

"Mas antes de tomar uma medida mais drástica, é importante que a escola envolva os alunos e a família deles, para construir um ambiente favorável a que o aluno respeite o professor", ressalta.

O Sintese diz que, apesar da situação de Christian ser incomum, a relação entre professores, alunos, funcionários e diretores frequentemente se torna violenta.

"Na maioria das vezes, a violência é verbal, mas às vezes descamba para a violência física", explica Joel Almeida, diretor de comunicação do sindicato.

"Geralmente, com os alunos, (os conflitos) são (por) questões ligadas à nota. Com os professores mais severos, mais disciplinadores, é comum que existam ameaças ou mesmo depredação de bens. Alguns reclamam de terem carros riscados, pneus furados."

"Eu fui vítima de algo semelhante no semestre passado. Alunos que não conseguiam ser aprovados ficavam horas na porta da minha sala me questionando e ameaçando. Mas conseguimos dialogar e resolver a situação", disse à BBC Brasil a professora Claudia Oliveira, diretora do Sindicato dos Professores de Sergipe (Sintese).

Solução?
Para Almeida, o problema pode ser minimizado com investimento na infraestrutura das escolas e com mais engajamento dos professores. "A comunidade escolar em Sergipe não se reúne para discutir a escola, seus problemas, como vai atuar sobre eles. A escola é um lugar em que o aluno e o professor chegam e saem, às vezes, sem muita relação com outras pessoas na escola."

O medo de possíveis atitudes extremas dos alunos também é um fator que impede que os docentes comuniquem seus problemas a outros, segundo Mariana. "Acontecem muitas coisas nas escolas que ficam só no comentário entre os professores, cada um tem algo a contar. Muitas vezes, não levamos à direção por medo. Temos receio de que, mesmo que seja uma brincadeira, o aluno seja repreendido e acabe levando isso a sério."

A Secretaria de Educação criou, após a tentativa de assassinato de Carlos Christian, uma comissão permanente de acompanhamento da violência nas escolas, formada pela secretaria de Educação, professores, pais, funcionários não docentes e estudantes. O grupo terá um cronograma de visitas às escolas da rede estadual.

'Perdão'
A família de Carlos Christian não quis dar entrevistas. Segundo o Sintese, vários membros da família são professores - que nunca tinham sofrido atos de violência física.

Uma semana após a tentativa de assassinato do docente, sua tia Margarida, professora há 25 anos, divulgou uma carta em que pediu "perdão" ao sobrinho.

"O magistério sempre significou para mim a porta de entrada para um país melhor, mais consciente. Somos uma família de professores. Sua mãe, seu pai, sua irmã, suas primas e eu. Muitas vezes quando você era pequeno, sua mãe, mesmo você febril, deixava-o sobre os cuidados de outros, pois os alunos dela estavam esperando-a", escreveu Margarida.

"Perdoe-me por não tê-lo ensinado a lidar com a violência. Eu falo para você me reportando a todos os alunos que fizeram parte da minha vida durante estes 25 anos de magistério".

"Sempre que meus alunos pensavam em desistir eu argumentava e mostrava outro caminho para eles continuarem. 

E de repente eu vejo você lutando a favor da vida por ter feito uma avaliação nesse processo de ensino e aprendizagem tentando mostrar ao aluno que ele precisava estudar e se dedicar mais. Ele não entendeu e se revoltou e resolveu descontar em você todos os seus demônios sociais."

A tia do professor afirma ainda que é preciso "diminuir a distância entre os jovens e os adultos" e "aprender e ensinar a estabelecer vínculos". "Mas... eu não lhe ensinei como lidar com um revólver", conclui.

*A pedido da professora, seu nome real foi mantido em sigilo.

VISITANTE ILUSTRE - 27/08/2014

26/08/2014

FOGO ATINGE POLICIAL DURANTE MANIFESTAÇÃO NA VENEZUELA


Protesto foi contra medidas como sistema de controle de compras.
Em San Cristobal, polícia e manifestantes entraram em confronto.

Policial é incendiado duratne protesto em San Cristobal nesta segunda-feira (25) (Foto: AFP PHOTO/GEORGE CASTELLANOS)

Um policial foi incendiado nesta segunda-feira (25) na Venezuela durante confronto da polícia e manifestantes que protestavam contra medidas do governo na cidade de San Cristobal.

Segundo a agência France Presse, o fogo foi provocado pelo lançamento de um coquetel molotov por um pequeno grupo de manifestantes.

Sistema biométrico no comércio provoca polêmica na Venezuela
Venezuela limita compras em supermercados
Para frear contrabando, Venezuela fecha fronteira com Colômbia de noite

Os manifestantes protestaram contra medidas como o sistema de controle "biométrico" para limitar as compras de produtos e alimentos nos mercados do país, anunciado pelo presidente Nicolás Maduro no dia 21 de agosto.

O mecanismo utilizará leitores óticos de impressões digitais para reconhecer cada comprador de produtos básicos e impedir que um consumidor compre o mesmo produto duas vezes na mesma semana, em qualquer das redes governamentais da Venezuela.

Também se posicionaram contra o aumento do custo do transporte público, a insegurança, o armazenamento de bens e o fechamento da fronteira com a Colômbia, adotado para evitar o contrabando de gasolina e alimentos subsidiados, entre outros temas.

Fogo em policial foi provocado por lançamento de coquetel molotov por manifestantes, segundo agência France Presse, nesta segundafeira (25) (Foto: AFP PHOTO/GEORGE CASTELLANOS)

Manifestante ferido recebe ajuda durante manifestação em San Cristobal nesta segunda (25) (Foto: AFP PHOTO/GEORGE CASTELLANOS)

DA SÉRIE: TUDO SOBRE O GLP 'GÁS DE COZINHA' - DENTRO DAQUELE TRECO TEM GÁS OU LÍQUIDO?

Os dois! O gás acondicionado no interior do botijão encontra-se aproximadamente com 15% do espaço no estado gasoso, o restante, 85% do espaço encontra-se no estado líquido. Isto garante espaço de segurança para evitar a pressão elevada no interior do recipiente. 

CORRUPÇÃO É O MAIOR PROBLEMA NO ACRE, APONTA ENQUETE DO UOL

A corrupção na política é o pior problema enfrentado no Estado do Acre. Pelo menos é o que aponta uma pesquisa elaborada pelo Portal UOL, apresentando um índice de 31,25% dos entrevistados na enquete que não tem valor de amostragem científica. Em seguida, aparece a questão da falta de indústrias no ranking dos problemas, com 18,75%. Para votar na pesquisa o internauta deve acessar http://noticias.uol.com.br/acre

Ainda segundo a enquete, a segurança pública é o terceiro maior problema do Estado, com 10,94% das escolhas dos internautas. Em seguida aparecem energia elétrica e saúda, com  9,38% e 9,36%, respectivamente.

Outro ponto exposto na enquete do Portal é o que o leitor mais quer que melhore na vida, que não dependa dele. Segundo a enquete, 34,7% opinaram por segurança pública, seguida por atendimento médico  19,79%, salário (10,54%). Os itens Custo de vida e mercado de trabalho ficaram com 10,28% cada um.

CIDADE BOLIVIANA COM GRANDE NÚMERO DE ESTUDANTES ACREANOS REGISTRA CASO SUSPEITO DE EBOLA


Ministério da Saúde boliviano adotou há dez dias medidas sanitárias preventivas contra o vírus.

AFP - As autoridades de saúde investigavam o primeiro caso suspeito de ebola na Bolívia, em uma pessoa procedente da África, informou no sábado uma fonte do serviço de epidemiologia de Santa Cruz (leste do país).

"Ontem, informaram de uma clínica particular, que um paciente da Índia tinha sido internado. Ele está em observação por apresentar sintomas como febre, diarreia e vômito", disse Roberto Torres, gerente do Serviço Departamental de Saúde (Sedes) de Santa Cruz ao jornal online Oxígeno.

A pessoa investigada, que não teve o sexo e a idade revelados, havia feito várias escalas em cidades da África

A pessoa investigada, que não teve o sexo e a idade revelados, havia feito várias escalas em cidades da África, segundo o funcionário. Outros oito passageiros do mesmo voo também estão passando por exames, acrescentou.

O Ministério da Saúde boliviano adotou há dez dias medidas sanitárias preventivas contra o ebola em aeroportos e fronteiras terrestres do país com a difusão de informações epidemiológicas para detectar e isolar eventuais contagiados. A Bolívia não registrou casos do vírus, que fez centenas de vítimas no oeste da África.

FACECOISAS - 26/08/2014