28 de fev de 2017

Família pede ajuda para cirurgia delicada em garoto de 9 meses de idade


Tácio e Letícia com o filho Eduardo

Blog do Accioly - Esse garotinho da foto ao lado de seus pais é o Eduardo. Ele tem 9 meses, é filho do advogado Tácio Farias com a estudante Letícia Farias e neto do Professor Carlos Coelho. Eduardo precisa passar por um procedimento cirúrgico delicado, demorado e caro (nefrectomia). A família não tem condições de custear o valor da cirurgia que custará cerca de R$ 54.000,00 (cinquenta e quatro mil reais). 


Professor Carlos Coelho com o neto Eduardo

Nefrectomia é o procedimento cirúrgico para retirada do rim, geralmente indicado para pacientes com carcinoma de células renais, mas também para quem deseja doar o órgão para um paciente que necessita de um transplante renal ou para quem sofre de rim não funcional ou da doença de rim pequeno congênito.

A cirurgia é feita mais frequentemente em casos de carcinoma, já que a doença é muito grave e pode levar ao óbito. Trata-se de um tumor que atinge a região dos rins e pode se espalhar por outros órgãos se não for tratado precocemente. A nefrectomia tem como função remover o tumor, levando ao estadiamento e indicando ao especialista se será necessária a retirada apenas do carcinoma juntamente com a parte do tecido renal adjacente ou se o rim todo deverá ser removido. Dependendo do estágio, tanto a glândula suprarrenal quanto o tecido adiposo que reveste o rim podem ser retirados também.

AJUDA 

A família está promovendo uma rifa beneficente, onde os recursos arrecadados serão destinados ao pagamento do serviço da cirurgia do garoto. você poderá ajudar comprando um bilhetinho da rifa ou fazendo qualquer depósito em dinheiro.

Nas rede sociais os pais do garoto fazem um apelo para quem puder ajudar. 

"Olá amigos, a partir de hoje estaremos vendendo uma RIFA BENEFICENTE, em prol do nosso Príncipe Guerreiro EDUARDO!

Como todos sabem, logo quando nasceu, nosso filho Eduardo passou por um procedimento cirúrgico na cidade de Curitiba, procedimento esse que não teve o resultado esperado, diante disso, será necessário que ele passe por um novo procedimento cirúrgico (nefrectomia), por isso estamos fazendo essa Rīfa de um Celular SAMSUNG J7 , para arrecadar recursos para essa cirurgia , que custa o valor de R$ 54.000,00( cinquenta e quatro mil reais).

Pedíamos a todos que puderem nos ajudar de alguma forma, que seja ajudando a vender a Rifa, comprando, compartilhando essa mensagem ou de qualquer outra forma que sinta no coração, ficamos extremamente agradecidos e desde já pedimos a Deus que retribua 1.000 vezes mais em tudo que nos ajudarem . (Letícia e Tácio.)

SORTEIO

Dia: 30/04/2017
Valor: R$ 5,00

Contato:
Letícia Lopes -(68)9.9958-0427.
Tácio Coelho -(68)9.9998-8688.

Dados bancários:

Banco do Brasil
Agência: 0071-x
Conta Corrente: 65.291-1

Ou 

Caixa Econômica Federal
Tácio Augusto Moreno de Farias
Agência: 0534
Conta Poupança: 35387-1
Operação: 013
Titular: Tácio Augusto Moreno de Farias.

Takata se declara culpada nos EUA no caso dos airbags defeituosos

 A empresa japonesa Takata se declarou culpada nesta segunda-feira de uma acusação criminal, como parte de um esperado acordo de um bilhão de dólares com o Departamento de Justiça, que inclui fundos de compensação para fabricantes de carros e vítimas dos seus airbag defeituosos.

Após a declaração de culpa, um juiz federal em Detroit estava ouvindo objeções ao acordo levantadas por advogados de algumas vítimas do equipamento da Takata, que argumentam que o acordo vai ser usado pelos fabricantes de carros para evitar responsabilidade, disse um funcionário do tribunal.

A Takata espera ganhar a aprovação do tribunal para o acordo, um obstáculo chave para assegurar o apoio de um investidor ou comprador que possa financiar um esforço de recuperação e ajudar a lidar com os bilhões de dólares em custos relacionados com o maior recall já feito na indústria automotiva.

Advogados de proprietários norte-americanos processaram a Honda, a Nissan, a BMW, a Ford, a Mazda e outros fabricantes, alegando que eles há anos sabiam sobre os airbags defeituosos, mas continuaram usando o equipamento.

Pelo menos 16 mortes foram ligadas à explosão dos airbags Takata. Os defeitos levaram a um recall mundial de 31 milhões de veículos por dez fabricantes desde 2008. Todas as mortes, com exceção de uma, ocorreram em veículos Honda.

(Reportagem de David Shepardson em Washington e Joseph White em Detroit)

24 de fev de 2017

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA PREFEITURA DE TARAUACÁ



Estado do Acre
Prefeitura de Tarauacá

Nota de Esclarecimento

A prefeitura de Tarauacá através de sua titular prefeita Marilete Vitorino, vem a público prestar esclarecimentos a respeito de uma matéria publicada nesta sexta feira, 24 de fevereiro, no site afolhadoacre.com.br, assinada pela Jornalista Gina Menezes, intitulada “Prefeitura de Tarauacá dá calote em organizadora e aprovados em concurso não serão convocados”:


1) Não consta na Prefeitura de Tarauacá, até a presente data, notificação oficial em relação à suposta dívida relativa ao concurso público;

2) A lista dos concursados aprovados no certame já foi homologada e publicada no Diário Oficial do Estado através do DECRETO Nº 19/2017, de 18 de janeiro de 2017;

3) Os candidatos aprovados foram convocados e já estão juntando documentação exigida para que seja efetivada a posse;

4) A prefeitura assegura que nenhum candidato aprovado no certame será prejudicado por conta dessa situação.


Tarauacá-Acre, 24 de fevereiro de 2017.

Assessoria de Comunicação 
Prefeitura de Tarauacá

Decreto estabelece feriado e pontos facultativos no período carnavalesco

Da Assessoria

PM morto em ataque criticou UPP: 'Colocam a gente dentro do morro para morrer'


O soldado Michel de Lima Galvão, morto após ataque na UPP do Jacarezinho O soldado Michel de Lima Galvão, morto após ataque na UPP do Jacarezinho




Júlia Cople - Menos de um ano depois de entrar para a Polícia Militar, o soldado Michel de Lima Galvão denunciou a falta de condições de trabalho nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Uma gravação do policial de 2015 mostra o claro descontentamento do agente com a falta de munição e a desvantagem numérica e operacional no confronto com traficantes. Para ele, o projeto das UPPs estava falido. O soldado foi morto na noite de terça-feira, durante um ataque do tráfico no Jacarezinho, na Zona Norte da Cidade.


"Essa guerra não é nossa. Governo falido, projeto falido. Estão colocando a gente dentro do morro para morrer. A favela não é nossa casa. Ser policial não é ser guerrielheiro, não é confrontar em desvantagem numérica, em desvantagem logística, em desvantagem operacional", apela o soldado Galvão aos companheiros de tropa.

A irmã de Michel, Natália Lima, confirmou a autoria da gravação e criticou duramente as manifestações de luto da PM, que colocou fitas pretas nas redes sociais em lamento à morte do agente.

— Esse luto, com certeza, poderia ter sido evitado. Até quando isso? Quantas famílias irão passar por essa dor de ver uma pessoa que faz parte da sua vida, seu sangue, acabar assim? Eu vi meu irmão naquele saco, e eu só queria trazê-lo para casa comigo. Mas não pude — criticou Natália ao Extra.

A Polícia Militar lamenta a morte do Sd Galvão, falecido nesta manhã. Ele era da UPP Jacarezinho e foi ferido por criminosos ontem à noite.

No áudio de Michel, ele relata ter pedido, em menos de uma semana, três colegas da corporação. Outros dois amigos haviam sido baleados. Na ocasião, ele apelava aos companheiros que não jurassem vingança na guerra das UPPs e que "baixassem" as armas por não terem condições de trabalho de enfrentar os criminosos.

— A gente tem que ter amor pela nossa vida (...) Não vamos querer dar uma de heróis. Não tem condições. O armamento que a gente pega para subir o morro... Como é que pode? Na quarta-feira, queriam que eu subisse o morro com uma pistola e dois carregadores de 15 tiros. Não tinha munição, não tinha fuzil, não tinha carregador de pistola — gritava o agente, que reclamou ainda de não ter recebido o salário daquele mês.


O soldado Galvão entrou para a PM em 2014. Segundo Natália, era o sonho do irmão. Ele não costumava reclamar de cansaço, porque amava o que fazia, mas sempre criticava as dificuldades financeiras e as condições de trabalho na corporação.

— Eles não estão nem aí. Eles só dão a ordem, não batem de frente com a sociedade como esses policiais guerreiros — pontuou Natália, em referência aos comandos da corporação e do Estado.

De acordo com a irmã, Michel foi assaltado duas semanas atrás por três bandidos. Não estava em serviço e escapou por não ter sido reconhecido como policial. Sem filhos, ele deixa a mulher.

LUTO NA PM

A Polícia Militar colocou fitas pretas de luto em suas páginas nas redes sociais Twitter e Facebook, após a morte do soldado. O agente chegou a ser levado para o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu aos ferimentos. A morte dele foi registrada na manhã desta quarta-feira.

Pouco depois, Natália usou o Facebook para fazer um desabafo. "Por que Deus fez isso com a gente? Traz meu irmão de volta", escreveu ela, que recebeu em seguida diversas mensagens de apoio na rede social.

Segundo informações da assessoria de imprensa das UPPs, os policiais estavam numa localidade conhecida apenas como CRJ quando foram alvo dos disparos. Um outro soldado também foi ferido durante o ataque. Ele está internado e passa bem.

Ainda não há informações sobre o sepultamento do agente. Com a morte de Michel, chega a 24 o número de PMs mortos em 2017.

A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) informou por meio de nota que lamenta a morte do policial e se solidariza com os familiares. No posicionamento enviado à imprensa, o órgão informou ainda que o comando da UPP do Jacarezinho tem prestado toda assistência necessária aos parentes, e que todos os policiais lotados na unidade passaram pelo treinamento do Estágio de Aplicações Táticas (EAT), realizado pelo Comando de Operações Especiais (COE), e pela CPP em 2015. A capacitação teria incluído instruções sobre o uso de tecnologias não letais, técnicas de abordagem de pessoas e condução de viaturas, técnicas de autoproteção e proximidade, patrulhamento e gerenciamento em situações de crise.

A CPP comunicou ainda que o áudio com as denúncias foi encaminhado aos comandos da UPP do Jacarezinho e da Polícia Civil, que segue investigando o caso.

Sinhasique quer saber onde estão as 11 toneladas de peixe compradas pela Sesacre



Da Assessoria - A líder da oposição na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputada estadual Eliane Sinhasique (PMDB), perguntou onde estão as 11 toneladas de filé de peixe compradas pela Secretária de Estado de Saúde (Sesacre) para abastecer os hospitais do Acre.

“Esse peixe não chegou em Xapuri, não chegou em Brasiléia, não chegou em Feijó. Chegou no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), mas em compensação os funcionários estão fazendo cotinha para comprar a cheiro verde, a cebola, para temperar o peixe”.

Foram comprados 11 mil kg de peixe a R$ 28, o quilo, num total de R$ 308 mil. A Sesacre pegou carona em licitação da Secretaria de Educação.

“O peixe comprado em grande quantidade tem que ter o preço mais baixo. Tem alguma coisa errada! Eu estou achando que está havendo uma peixada para resolver os problemas da Peixes da Amazônia que está entrando no Vermelho. Não está pagando fornecedores, produtores, não está mais produzindo as rações”.

Outra denúncia grave, feita pela parlamentar, é a de que funcionários do Huerb também estariam fazendo “vaquinha” para comprar massa para mingau. Fato que a preocupa, já que houve uma redução no orçamento para compras de alimentos na saúde.

Saúde é direito de todos

A parlamentar também aprovou, em 2° votação, Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que altera o inciso I, do artigo 181 da Constituição do Estado do Acre, adequando-a à Constituição Federal.

A Constituição Federal garante que saúde é direito de todos e dever do Estado. A Constituição do Estado dizia que a gratuidade aos serviços de saúde estava assegurado aos que não podiam retribuir a prestação. Com a PEC, o direito à saúde passa a ser garantia de todos.

Fernando Cavendish, da Delta, quer delatar Rodrigo Maia


Em um dos capítulos da delação que negocia, empresário pernambucano diz que pagou propina ao deputado, hoje presidente da Câmara

Rodrigo Maia, o “Botafogo” da Odebrecht, surge na negociação de delação da Delta: futuro turvo (Cristiano Mariz/VEJA)


Rodrigo Rangel  - Controlada até recentemente por Fernando Cavendish, empresário pernambucano com fama de estrategista arrojado, a empreiteira Delta experimentou uma ascensão vertiginosa. Antes mesmo da Lava­ Jato, porém, a receita de seu sucesso começou a ser desvendada. Uma investigação federal mostrou que os milionários contratos da Delta eram conquistados à base de propinas pagas a autoridades. Em prisão domiciliar há seis meses, Cavendish trata de negociar sua delação premiada. O acordo, proposto inicialmente aos procuradores do Ministério Público Federal no Rio de Janeiro, ainda está em negociação, mas seus primeiros capítulos prometem revelações que podem abalar a rotina de governadores, prefeitos e parlamentares. Uma das histórias que Cavendish se dispõe a contar atinge em cheio a linha sucessória da Presidência da República. O empresário diz ter repassado dinheiro ao deputado Rodrigo Maia, do DEM do Rio de Janeiro, presidente da Câmara dos Deputados. Conta que a Delta começou a caminhada em direção ao sucesso quando Cesar Maia, pai de Rodrigo, foi prefeito do Rio, nos anos 1990 e 2000. Nesse período, a empreiteira conquistou contratos de obras de grande porte, como a construção do Estádio Olímpico do Engenhão. Em troca, diz ele, topou fazer agrados à família Maia.

23 de fev de 2017

“Serão liberados os recursos em apoio às vítimas da cheia em Rodrigues Alves e Tarauacá”, informa Gladson Cameli



gladsoncameli.com.br/ - O senador Gladson Cameli (PP-AC) recebeu, nesta quinta feira (23) a confirmação do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, do empenho e repasse de recursos para a execução do plano emergencial da Defesa Civil em apoio às vítimas das enchentes nos municípios de Tarauacá e Rodrigues Alves.

Conforme a portaria, o município de Tarauacá receberá o valor de R$ 187.895,00 (cento e oitenta e sete mil e oitocentos e noventa e cinco reais). Já o município de Rodrigues Alves será contemplado com R$ 103.700,00 (centro e três mil e setecentos reais).

 Segundo a prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino (PSDB), os recursos chegarão em momento oportuno tendo em vista o agravamento da alagação no município, ainda mais agora que o Rio Tarauacá voltou a transbordar, atingindo a marca 4,4 m em menos de 24 horas, informou a prefeita. “Tarauacá a cada ano vem passando por momentos difíceis com as cheias, precisamos unir forças no sentido de minimizar o sofrimento das famílias atingidas”, concluiu.

As famílias atingidas pela cheia no município de Rodrigues Alves já receberam 289 Kits que incluem alimentação, produtos de limpeza e higiene, informou o prefeito Sebastião Correia (PMDB). Ele destacou que a ajuda do governo federal é de extrema importância para as famílias que estão desabrigadas.  

Segundo o senador Gladson Cameli, o empenho da bancada federal tem sido essencial para que os recursos sejam liberados o mais rápido possível e as ações emergenciais da prefeitura atenda de maneira eficaz a famílias atingidas.

Contas do governo voltam ao azul em janeiro e têm melhor resultado em 4 anos


No mês passado, governo registrou superávit primário de R$ 18,96 bilhões, segundo a Secretaria do Tesouro Nacional.


Alexandro Martello - As contas do governo voltaram ao azul em janeiro deste ano. No mês passado, foi registrado um superávit primário de R$ 18,96 bilhões, segundo números divulgados pela Secretaria do Tesouro Nacional nesta quinta-feira (23).

Isso quer dizer que as receitas do governo federal com impostos e contribuições superaram, em R$ 18,96 bilhões, as despesas. Essa conta, porém, não inclui os gastos do governo com o pagamento de juros da dívida pública.

A última vez que as contas do governo registraram saldo positivo, de R$ 40,86 bilhões, foi em outubro do ano passado. O resultado, porém, foi impulsionado por receitas extraordinárias com imposto e multa paga pelos contribuintes que aderiram ao processo "repatriação", que permitiu a regularização de bens mantidos no exterior e que não haviam sido declarados à Receita. A receita da "repatriação" totalizou R$ 46,8 bilhões naquele mês.

O superávit registrado em janeiro de 2017 foi o maior para o mês desde 2013, quando foi registrado um saldo positivo de R$ 26,28 bilhões. Ou seja, foi o melhor janeiro em quatro anos. No mesmo mês do ano passado, as contas ficaram superavitárias em R$ 14,83 bilhões.

Resultado esperado
O governo já esperava resultado positivo nas contas em janeiro já que, historicamente, o mês registra superávit. Desde o início da série histórica das contas do governo, somente em 1997 foi registrado déficit, ou seja, as depesas superaram as receitas. Todos os demais meses de janeiro tiveram saldos positivos.

A explicação é que a arrecadação de janeiro se dá em cima de fatos econômicos do mês anterior, de dezembro, que é marcado pelo Natal, por férias e pelo pagamento do décimo terceiro salário - que injeta recursos na economia e estimula a atividade no fim de cada ano.

Além disso, em janeiro deste ano, também ocorreram fatores atípicos que aumentaram a arrecadação, como a entrada de R$ 2,2 bilhões a mais em royalties do petróleo, reflexo da alta no preço do produto no mercado internacional.

Receitas e despesas
Apesar dos fatores atípicos que impulsionaram a arrecadação em janeiro, o baixo nível de atividade na economia brasileira ainda contribuiu para o recuo das receitas totais, que caíram 7,7% em termos reais (após o abatimento da inflação) contra o mesmo mês de 2016, para R$ 137,36 bilhões.

Por outro lado, as despesas totais recuaram de forma mais intensa nesta comparação: somaram R$ 99,81 bilhões no mês passado, queda de 13,2% em termos reais quando comparadas às de janeiro de 2016.

Rombo da Previdência Social
A Secretaria do Tesouro Nacional informou que o rombo da Previdência Social (sistema público que atende aos trabalhadores do setor privado) avançou de R$ 8,46 bilhões, em janeiro de 2016, para R$ 13,37 bilhões no mês passado, um aumento de 58%.

Para 2017, a expectativa do governo é de um novo crescimento no rombo do INSS. A previsão no orçamento já aprovado pelo Congresso Nacional é de um resultado negativo de R$ 181,2 bilhões.

A equipe econômica do presidente Michel Temer já encaminhou ao Congresso uma proposta de reforma das regras da Previdência Social. Entre as principais mudanças está a criação de idade mínima de aposentadoria de 65 anos, para homens e mulheres.

O objetivo do governo é tentar manter a sustentabilidade das contas públicas, diante de um déficit crescente do sistema previdenciário brasileiro.

Concessões e investimentos
O resultado das contas do governo melhorou em janeiro apesar da forte queda nas receitas de concessões - que somaram R$ 351 milhões no primeiro mês deste ano, contra R$ 11,97 bilhões no mesmo período do ano passado.

Porém, os números oficiais mostram que o governo também diminuiu o pagamento de investimentos em janeiro deste ano, para R$ 1,19 bilhão. Em janeiro de 2016, os gastos com investimentos somaram R$ 5,48 bilhões.

O resultado de janeiro ajuda o governo a tentar atingir a meta fiscal. Para todo ano de 2017, o objetivo foi fixado em um déficit primário (despesas maiores do que receitas, sem contar os juros da dívida pública) de até R$ 139 bilhões para as contas do governo.

No ano passado, o rombo fiscal somou R$ 154,2 bilhões, o maior em 20 anos. Em 2015, o déficit fiscal totalizou R$ 115 bilhões. A consequência de as contas públicas registrarem déficits fiscais seguidos é a piora da dívida pública e mais pressões inflacionárias.

Para tentar fechar as contas neste ano, o governo conta com um novo processo de repatriação, que está em debate no Congresso Nacional. Além disso, foi editado um novo Refis (programa de parcelamento de tributos atrasados), que já está aberto e cuja estimativa de arrecadação é de R$ 10 bilhões neste ano.

Os analistas das instituições financeiras, porém, preveem que a meta fiscal não será cumprida em 2017. Estimativa do mercado feita em janeiro, e divulgada na semana passada, aponta para um rombo de R$ 148,35 bilhões nas contas do governo neste ano, acima da meta fiscal.

Já a Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão ligado ao Senado, estimou que o governo terá que fazer um corte de gastos da ordem de R$ 38,9 bilhões no orçamento federal deste ano, o equivalente a cerca de 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB), para atingir a meta fiscal de 2017. O ajuste no orçamento será anunciado pelo governo no próximo mês.

Secretaria de Agricultura divulga calendário de escoamento da produção


 Gleicioney Fernades - Gerente de Agricultura

Assessoria de Comunicação - A prefeitura de Tarauacá, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura divulgou o calendário de escoamento de produção dos agricultores da BR 364 nos dois sentidos.

“Com essa iniciativa estamos ampliando o espaço de comercialização em Tarauacá e auxiliando no escoamento da produção dos pequenos produtores e, dessa forma contribuindo para o aquecimento da agricultura local”, ressalta o gerente de produção, Gelicioney Fernandes. 

Bolsonaro fala em mudar legislação para que PMs não sejam punidos por operações



Segundo o deputado, a legislação coloca mais medo nos policiais do que os próprios bandidos.O parlamentar já se tornou conhecido por abordar outros temas da segurança. O principal deles é acabar com o estatuto do desarmamento. O parlamentar já se tornou conhecido por abordar outros temas da segurança. O principal deles é acabar com o estatuto do desarmamento. 

Jair Bolsonaro, deputado federal pelo PSC-RJ, postou um vídeo gravado em uma formatura militar onde respondeu algumas perguntas a respeito de seu apoio aos profissionais de segurança, sua popularidade e também do seu posicionamento quanto a #Legislação vigente.

"Nós temos que valorizar os bons profissionais, né? E o homem da segurança pública é um dos mais importantes que existe. Afinal de conta, eles arriscam as suas vidas por nós. E as instituições fardadas sempre cumpriram muito bem o seu papel e temos que buscar um ponto de inflexão para tudo isso. Afinal de contas, a maneira como estamos indo, estão invertendo os valores do nosso Brasil. E eu, obviamente, na contra-mão dessas pessoas, estou aqui para, humildemente, prestigiar depois", disse o deputado.

Questionado sobre a sua popularidade e a recepção calorosa que recebeu no local, #bolsonaro respondeu: "Eu sou uma pessoa que estou no sétimo mandato e mantive a linha. Eu não mudo de cor de acordo com o candidato que se elege presidente da república. Isso me dá credibilidade no que eu falar e o pessoal acreditar. E estão me vendo como opção para 2018."

Bolsonaro também alertou sobre a dificuldade enfrentada pelos profissionais da segurança, em especial os policiais militares. Provavelmente se referindo aos casos em que policias são punidos por acabar matando bandidos em eventuais trocas de tiro, o parlamentar deixa claro que a qualidade das operações é diretamente afetada pela legislação que visa punir o profissional sem considerar o contexto de perigo e grande possibilidade de conflito, em que o mesmo está inserido e fala sobre a necessidade de mudar a legislação para que os policiais apenas respondam, sem punição prévia.

"Sei da grande necessidade de vocês em querer uma retaguarda jurídica para poder bem trabalhar. Eu falo pelos policiais militares, meus amigos, do Rio de Janeiro. Eles têm muito mais medo do 'capa preta' do que de um vagabundo com uma .50 em cima do morro. Temos que mudar isso aí mudando a legislação. Eu sonho em conseguir um excludente de ilicitude para policial militar em operação. Ou seja, qualquer coisa que aconteça você responde, mas não tem punição".

Você pode assistir ao vídeo na íntegra logo abaixo

“Governo quebrou o Deracre e abandonou homem do campo”, diz Gonzaga ao denunciar abandono de máquinas

Gonzaga denuncia abandono de máquinas do governo


Gina Menezes - O líder do PSDB na Assembleia Legislativa do Acre, deputado Luiz Gonzaga, usou a tribuna do parlamento na manhã desta terça-feira (21) para afirmar que o governo do Acre tem abandonado a área produtiva do estado e que o homem do campo está esquecido pelo poder público.


Gonzaga afirmou que recebeu o pedido de ajuda de produtores rurais de Cruzeiro do Sul e regiões vizinhas que se sentem prejudicados pela falta de incentivo na área rural e salientou que é pensamento comum entre os produtores a impressão de que o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre) “quebrou”, deixou de funcionar a contento e, que por conta disso, aqueles que dependem de melhorias no setor rural se sentem entregues à própria sorte.
Deputado Luiz Gonzaga

“O Deracre está quebrado e os produtores de viram como pode, mas não é só de falta de ramais trafegáveis que os produtores sofrem”, diz.

O deputado tucano usou como exemplo o fato de uma cooperativa agrícola de Cruzeiro estar se desfazendo por falta de perspectivas. O deputado também denunciou o sucateamento de máquinas e tratores da Seaprof que deveriam está a serviço do produtor rural.

“Enquanto estas pessoas ficam sem perspectivas esses equipamentos se deterioraram. Isso é uma completa irresponsabilidade”, diz.

O líder do PT na Assembleia do Acre, deputado Lourival Ribeiro, que já dirigiu a Seaprof, negou que falte políticas eficácias e salientou que o Executivo tem feito um bom trabalho.

Abertas as inscrições para o coral municipal


Assessoria de Comunicação - O Coral Municipal de Tarauacá será composto por um grupo de homens e mulheres acima de 12 anos idade, com ou sem experiência musical.

A intenção é que o futuro Coral apresente-se em eventos públicos, como datas solenes e/ou comemorativas, bem como em outros atos cerimoniais.

Aleac aprova PEC que extingue pensão vitalícia de ex-governadores do Acre




Régis Paiva - Os deputados estaduais aprovaram por unanimidade em sessão extraordinária na noite desta quarta-feira (22), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que extingue a pensão vitalícia de ex-governadores do Acre. A proposta é de autoria do deputado Gerlen Diniz (PP) e foi aprovada em primeiro turno. A votação em segundo turno deverá acontecer na sessão ordinária de quinta-feira (23).


O governador Sebastião Viana (PT) ainda terá direito ao benefício, já que a PEC não retroage para prejudicar os ex-governadores que recebem a pensão. Talvez este tenha sido o motivo para a base governista apoiar a iniciativa apresentada pela oposição. O governador que suceder a Viana não receberá o benefício de R$ 35 mil. Esta é a terceira vez em que se altera a legislação sobre o tema.

Na administração do ex-governador Orleir Cameli, a pensão foi extinta, retornado na administração do ex-governador Jorge Viana (PT). O texto revoga integralmente a pensão dos ex-governadores e foi proposta inicialmente pelo deputado Gehlen Diniz (PP), a PEC recebeu as assinaturas dos demais membros da bancada da oposição e teve parecer favorável pelo deputado petista Lourival Marques.

Gehlen ressaltou o fato de todos os parlamentares, sejam deputados da oposição ou da base de sustentação do governo do Estado, terem votado favoravelmente nas comissões. Raimundinho da Saúde (PTN) disse ser um absurdo um governador se aposentar após quatro anos, quando os servidores correm o risco de não se aposentarem.

Ex-governadores recebem R$ 35 mil
Com a retirada do texto da Constituição Estadual, os ex-governadores não mais terão direito a receber um salário igual ao governador em exercício a cada mês, hoje na casa de R$ 35 mil. Todos os ex-governadores ou suas viúvas têm direito a receber o salário.

No Acre, governado há 19 anos pelo PT, a lei que garantia a aposentadoria a governadores foi revogada no governo Orleir Cameli (1995-1998) antes dos irmãos Jorge e Sebastião Viana chegarem ao poder. Tão logo assumiu, em 1999, Jorge Viana apoiou o retorno da aposentadoria especial e até hoje se beneficia dela, recebendo cumulativamente os salários de senador e o salário de ex-governador.

PF lança nova fase da Lava Jato com dois mandados de prisão preventiva no Rio

Foto: Ueslei Marcelino
Reuters - Eduardo Simões - A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira uma nova fase da operação Lava Jato, batizada de Blackout, e está cumprindo 15 mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva no Rio de Janeiro, informou a PF em nota.

"Os investigados responderão pela prática dos crimes de corrupção, fraude em licitações, evasão de divisas, lavagem de dinheiro dentre outros", informou a PF em nota. 

"A ação policial tem como alvo principal a atuação de operadores financeiros identificados como facilitadores na movimentação de recursos indevidos pagos a integrantes das diretorias da Petrobras."

De acordo com a Globonews, os dois alvos de mandados de prisão são Bruno Luz e Jorge Luz, que seriam operadores financeiros do esquema de corrupção na estatal.

"O nome da fase (Blackout) é uma referência ao sobrenome de dois dos operadores financeiros do esquema criminoso existente no âmbito da empresa Petrobras. A simbologia do nome tem por objetivo demonstrar a interrupção definitiva  da atuação destes investigados como representantes deste poderoso esquema de corrupção", disse a PF.

22 de fev de 2017

BC reduz juro básico a 12,25% e diz que ritmo de corte dependerá da atividade


Marcela Ayres - O Banco Central reduziu nesta quarta-feira a taxa básica de juros em 0,75 ponto percentual pela segunda vez seguida, a 12,25 por cento, menor nível em dois anos, diante da fraca atividade econômica e sinais favoráveis para a inflação.

"Uma possível intensificação do ritmo de flexibilização monetária dependerá da estimativa da extensão do ciclo mas, também, da evolução da atividade econômica, dos demais fatores de risco e das projeções e expectativas de inflação", afirmou o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC em comunicado.

Indicando espaço para mais cortes, o BC também diminuiu a projeção de inflação a cerca de 4,2 por cento em 2017 no cenário de mercado, ante 4,4 por cento na estimativa feita em janeiro. Para 2018, o BC segue vendo a alta do IPCA a 4,5 por cento. Os cálculos, ressaltou o BC, embutem hipótese de que a Selic alcance 9,5 e 9 por cento ao final de 2017 e 2018, respectivamente.

A decisão era amplamente esperada pelo mercado. Em pesquisa Reuters, 53 de 54 analistas consultados previram redução de 0,75 ponto percentual para a Selic.

Câmara aprova criação de documento único de identidade


Projeto ainda passará pelo Senado e, se aprovado, deverá ser sancionado pelo presidente Michel Temer
Documento, que será impresso pela Casa da Moeda, terá CPF como base para a identificação do cidadão (Divulgação)


A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira um projeto de lei que cria o Documento de Identificação Nacional (DIN), que reúne todos os dados dos brasileiros em um só documento de tecnologia de chip. Agora, projeto será enviado ao Senado e, se aprovado, deverá passar pela sanção do presidente Michel Temer.


De acordo com a agência Câmara, o DIN dispensará a apresentação dos documentos que lhe deram origem ou nele mencionados e será emitido pela Justiça Eleitoral, ou por delegação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a outros órgãos, podendo substituir o título de eleitor.

O documento será impresso pela Casa da Moeda e o CPF será usado como base para a identificação do cidadão.

Para facilitar o controle no recebimento de benefícios sociais, o poder público deverá oferecer mecanismos que possibilitem o cruzamento de informações de bases de dados oficiais a partir do número de CPF do solicitante, para comprovar o cumprimento dos requisitos para a concessão desses benefícios.

Identificação nacional

O documento será emitido com base na Identificação Civil Nacional (ICN), criada pelo projeto com o objetivo de juntar informações de identificação do cidadão. A ICN usará a base de dados biométricos da Justiça Eleitoral, a base de dados do Sistema Nacional de Informações de Registro Civil (Sirc) e da Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC – Nacional).

Também serão usadas outras informações contidas em bases de dados da Justiça Eleitoral, dos institutos de identificação dos estados e do Distrito Federal, do Instituto Nacional de Identificação, ou disponibilizadas por outros órgãos, conforme definido pelo Comitê Gestor da ICN.

O TSE garantirá à União, aos Estados, ao Distrito Federal, aos municípios e ao poder legislativo o acesso à base de dados da ICN, de forma gratuita, exceto quanto às informações eleitorais. De acordo com a Câmara, será proibida a comercialização, total ou parcial, da base de dados da ICN, com pena de detenção de 2 a 4 anos e multa para quem descumprir essa proibição.do, ou voluntária, ou de âmbito não configurável como emprego assalariado, como por exemplo o pagamento a membros do clero.

O FENÔMENO JAIR BOLSONARO - BLOG DO CRICA

***********************************************************************************************************
Bolsonaro chegando no aeroporto de Fortaleza

Bolsonaro chegando em João Pessoa

Bolsonaro chegando no aeroporto de Congonhas


Dilma diz que o Brasil vive um retrocesso: “Até o dólar voltou a custar R$ 3,00”



Desaparecida desde que deixou a Presidência para dirigir Uber, Dilma Rousseff voltou com carga total. Ela criticou duramente o governo Temer. Segundo Dilma, a inflação está descontrolada: “As ações da Petrobras, por exemplo, triplicaram de preço. E eles estão dizendo que a inflação caiu”.

Para a ex-presidente, Temer representa um retrocesso tão grande que até a Sessão da Tarde agora só exibe A Lagoa Azul. “O dólar está aí custando R$ 3,00 e já custou R$ 4,20 comigo. Ele está destruindo até a economia dos EUA.” Dilma fez um apelo ao povo: “As coisas vão ficar muito piores. Tempos difíceis vêm por aí: estoquem vento”.

ANP revoga mais de 330 normas defasadas em busca de melhoria regulatória



Marta Nogueira -  A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) revogou mais de 330 normas consideradas defasadas, em busca do aperfeiçoamento da regulação, permitindo que as regras da agência tenham agora, em média, pouco mais de cinco anos de vigência, contra os 11 anos anteriormente.

A medida, que cumpre uma meta que havia sido estabelecida para 2018, foi publicada nesta quarta-feira, no Diário Oficial da União (DOU). A partir da iniciativa, a autarquia permitiu a revogação de um total de 583 atos normativos desde 2014.

"Esse processo resulta na promoção da melhoria do ambiente de negócios, por meio do aperfeiçoamento da regulamentação existente... A conclusão desse processo representa mais um passo na direção da melhoria da qualidade regulatória na ANP", disse a agência regulatória em nota.

21 de fev de 2017

JORDÃO: DA TARDE PARA O INÍCIO DA NOITE, RIO COMEÇA A TRANSBORDAR

Enchendo durante a tarde

Início da noite

Água entrando nas calçadas e quintais das casas

Sinhasique denuncia que ônibus do Transporte Coletivo circulam com IPVA atrasado e pede fiscalização



Da Assessoria - A deputada estadual Eliane Sinhasique (PMDB) protocolou na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na manhã desta terça-feira (21), indicação para que o Departamento de Trânsito do Estado do Acre (Detran-Ac) fiscalize os ônibus de Rio Branco para verificar se estes estão com IPVA, Licenciamento Anual, multas e seguros obrigatórios pagos.

Segundo ela, de acordo com levantamento feito pela sua equipe, muitos ônibus estão com pendências na documentação de porte obrigatória. “Exemplo, o ônibus de placa NXT 8510 tem uma dívida de mais de RS 9 mil, incluindo IPVA, multas, licenciamento e seguro obrigatório".

Além desse exemplo, Eliane apresentou uma lista de ônibus que circulam em desconformidade com as normas vigentes de trânsito. “Precisamos verificar a regularidade dos documentos de porte obrigatório previstos no Código de Trânsito Brasileiro para estes veículos”.

Para a parlamentar, cabe ao Detran fiscalizar, com a mesma rigidez que fiscaliza os carros particulares, os ônibus do Transporte Coletivo de Rio Branco. “As empresas de ônibus não são paradas, não são incomodadas de forma nenhuma. Vão e vem com 3/4 anos sem recolher nem um IPVA, nem uma multa, sem fazer licenciamento anual. Essas empresas também precisam ser chamadas a responsabilidade”, comentou.

Forças de Segurança do Acre realizam mega operação e apreendem armas e drogas no presídio

Participaram da operação a Polícia Militar, o Instituto de Administração Penitenciária e a Polícia Civil



Uma mega operação foi realizada na manhã desta terça-feira (21) no pavilhão ‘A” presídio Francisco de Oliveira Conde, com apoio das forças de Segurança Pública: Polícia Militar, Instituto de Administração Penitenciária e Polícia Civil.


Durante a revista foram apreendidas uma pistola. 40/PT 100 com 02 carregadores e 20 munições, 12 celulares, 48 estoques, 62 trouxinhas de pasta à base de cocaína, 6 facões, 1 serra, além de fones de ouvido e carregadores de celulares.

TRIBUTO AO PASSADO - HÁ 72 TOMÁVAMOS MONTE CASTELO - Recordando os Heróis de Monte Castelo – 21 de fevereiro de 1945


Israel Blajberg - Por 4 vezes os pracinhas brasileiros tiveram que retroceder montanha abaixo. Combatentes de um pais pacífico e ainda rural, em meio a neve de um rigoroso inverno dos Apeninos enfrentavam inimigo experiente e conhecedor do terreno.  Os nazistas estavam entrincheirados no alto do Monte Castello, a vantagem clássica da altura descrita nos manuais militares.

O Brasil se orgulha dos seus pracinhas, que enfrentaram os nazistas na neve das escarpas sob fogo de metralhadoras e morteiros do alto, levando apenas o armamento, a própria ração, e a coragem exemplar.

A cada 21 de fevereiro lembramos o sacrifício daqueles bravos soldados,  a melhor homenagem que eles poderiam receber: a recordação da sua luta, nosso dever de memória.

Aqui fica a singela homenagem aos que não voltaram, pagando o pesado preço da vitória em preciosa vidas brasileiras.


“… à entrada da barra, as nuvens começaram  a se abrir, e surgiu o Cristo Redentor … Era o Rio … Lembrei-me então repentinamente, daquela longinqua posição perdida nos Apeninos … muitos soldados ajoelharam-se no tombadilho orando, outros simplesmente de pé, olhando o Cristo que surgia dentre as nuvens… Rio de Janeiro …  fim dessa longa estrada, onde cada encruzilhada ficou marcada por uma fileira de cruzes brancas …"
Último paragrafo de CRUZES BRANCAS – Diário de um Pracinha, de Joaquim Xavier da Silveira, BIBLIEX, 1977.

Prefeitura de Tarauacá anuncia pagamento de servidores para sexta-feira (24)

Raimundo Vitorino Secretário de Finanças

A Prefeitura de Tarauacá, através da Secretaria de Finanças, comunica aos servidores municipais das diversas secretarias, que o pagamento referente ao mês de fevereiro será efetuado nesta sexta feira, 24.

Já os prestadores de serviço, o pagamento será realizado até o dia 10 de março.

“Esse é mais um compromisso da Prefeita Marilete Vitorino, em manter o salário dos funcionários em dia desde o inicio da sua gestão”, disse o Secretário de Finanças Raimundo Vitorino. 

Assessoria de Comunicação

Bolsonaro pode ser o 'Trump' brasileiro, cada dia que passa seu crescimento nas redes sociais é notório


Muitos diziam que Hillary ganharia com uma margem folgada de votos sobre seu adversário político o Republicano  Donald Trump, mas para surpresa do mundo, mas não do povo americano cansado de populismo, quem ganhou foi Trump


A mesma coisa pode se repetir no Brasil, partidos e imprensa (veja), já começaram há muito tempo a atacá-lo na tentativa de desacreditá-lo perante a população, alguns  institutos de pesquisas  se quer o colocam nas pesquisas.

Um dos ataques mais frequentes é o de tentar ligá-lo ao Regime Militar já que ele foi Capitão do Exército, patente também adquirida pelo seu congênere no norte Donald Trump. Uns chegam a ligá-lo a revolução de 64 o que é impossível já que Bolsonaro se formou na AMAN em 1977.

Centurião
Quanto a isso não há o que se preocupar já que na Bíblia em Matheus 8: 5-13, Jesus afirma que nunca viu tanta fé e estava justamente falando de um militar já que naquela época 'Centurião' fazia parte do oficialato romano, veja:

5 Entrando em Cafarnaúm, aproximou-se dele um centurião, suplicando nestes termos:
6 «Senhor, o meu servo jaz em casa paralítico, sofrendo horrivelmente.»
7 Disse-lhe Jesus: «Eu irei curá-lo.»
8 Respondeu-lhe o centurião:
«Senhor, eu não sou digno de que entres debaixo do meu tecto; mas diz uma só palavra e o meu servo será curado.
9 Porque eu, que não passo de um subordinado, tenho soldados às minhas ordens e digo a um: ‘Vai’, e ele vai; a outro: ‘Vem’, e ele vem; e ao meu servo: ‘Faz isto’, e ele faz.»
10 Jesus, ao ouvi-lo, admirou-se e disse aos que o seguiam: «Em verdade vos digo: Não encontrei ninguém em Israel com tão grande fé!
11 Digo-vos que, do Oriente e do Ocidente, muitos virão sentar-se à mesa do banquete com Abraão, Isaac e Jacob, no Reino do Céu,
12 ao passo que os filhos do Reino serão lançados nas trevas exteriores, onde haverá choro e ranger de dentes.»
13 Disse, então, Jesus ao centurião: «Vai, que tudo se faça conforme a tua fé.» Naquela mesma hora, o servo ficou curado.

Outros ataques infundados por puro medo de sua eleição é que ele é racista e não gosta de pobres. Como Jair Bolsonaro pode ser racista se seu sogro é afro-descendente e sua esposa vem da Ceilândia, cidade satélite (periférica) de Brasília?

 Assista o vídeo abaixo e tire suas conclusões.