2 de jul de 2015

5 MITOS SOBRE A EVOLUÇÃO QUE VOCÊ DEVE PARAR DE ACREDITAR





Eric Larson - Muitas pessoas pensam na teoria da evolução apenas como uma teoria, o que não é verdade. Além disso, propositalmente ou não, espalham inverdades sobre o brilhante trabalho de Darwin. Confira nesse artigo 5 grandes mitos que muitas pessoas ainda acreditam sobre a evolução.

Mito 1: É apenas uma teoria

A verdade: A palavra “teoria” tem um significado diferente no interior da comunidade científica do que em outros lugares.

Na linguagem cotidiana, você e eu usaríamos “teoria” para descrever uma ideia que não necessariamente faz sentido, ou até mesmo seja verdade.

Uma teoria científica, por outro lado, refere-se a uma explicação detalhada de uma variedade de fenômenos.

Ela começa como uma hipótese. Então, se existe evidência suficiente para apoiá-la, através de testes repetidos e minuciosos, ela se move para o próximo passo no método científico – uma teoria – onde ela é aceita como uma explicação credível.

Um exemplo é a teoria atômica, que mostra como a matéria é composta de átomos.

A evolução, da mesma forma, é aceita pela grande maioria dos cientistas e apoiada por pesquisas em áreas como a embriologia, biologia molecular e paleontologia.

Mito 2: Os seres humanos não estão evoluindo

A verdade: Nós ainda estamos evoluindo biologicamente.

Um exemplo: Há muito tempo – 200.000 anos atrás para ser exato – a maioria dos seres humanos não podia consumir leite após 5 anos. A maior parte da produção da lactase, uma enzima que permite que os mamíferos digiram a lactose encontrada no leite e outros produtos lácteos, rapidamente diminuía nessa idade.

Em seguida, por volta de 10.000 aC, perto da Turquia moderna, uma mutação genética em um ser humano mudou a produção de lactase. O gene passou. Ao longo dos próximos mil anos, ele continuou a se espalhar, e logo a maioria das pessoas na região da Eurásia podiam passar a vida inteira bebendo leite.

Mito 3: Organismos podem evoluir em um único período de vida

A verdade: mudanças evolucionárias referem-se a transformações na composição genética de populações ao longo de gerações, e não de vidas.

Então, populações inteiras, e não organismos individuais, evoluem. E isso leva um tempo.

Novas variantes de genes são produzidas por mutações aleatórias. Ao longo do tempo – muitas, muitas gerações – a seleção natural favorece as mais vantajosas.

Isso faz com que eles se tornem mais comuns na população (mais uma vez, ao longo do tempo).

Mito 4: Evolução não é ciência, porque não é observável ou testável

A verdade: Nem todas as investigações científicas envolvem experimentos diretos.

A evolução ainda pode ser estudada com experimentos controlados em, digamos, um ambiente de laboratório. Usando organismos com curtos períodos de vida, tais como bactérias ou moscas, os cientistas podem realmente observar a evolução ao longo do curso de um experimento.

Um exemplo que você provavelmente está familiarizado: a resistência aos antibióticos.

A resistência aos antibióticos evolui através da seleção natural de mutação aleatória. Após a exposição a um ou mais antibióticos, algumas sub-populações de microorganismos são capazes de sobreviver, gerando o apelido de “superbactérias”.

É a razão pela qual os médicos estão tendo que constantemente desenvolver novos antibióticos – e uma consequência direta da evolução através da seleção natural.

Mito 5: Os seres humanos não podem ter evoluído a partir de macacos porque os macacos ainda existem

A verdade: Os seres humanos não evoluíram de macacos modernos; eles apenas compartilham um ancestral comum.

Em algum momento entre 5-8.000.000 anos atrás, um ancestral comum desviou para as duas linhagens separadas que vemos hoje.

As espécies no final dessas linhagens, seres humanos e macacos modernos, são o resultado de uma combinação específica de seleção e mutações genéticas ao longo de milhões e milhões de anos.

É uma divisão de duas vias: É por isso que existem os seres humanos e os macacos modernos hoje. Você pode pensar numa árvore genealógica se ramificando ao invés de continuar.

Através do processo muito longo da evolução, ou “descendência com modificação”, o ancestral comum da vida como a conhecemos deu o pontapé inicial em todas as espécies vivas que vemos hoje.

TRADUÇÃO - misteriosdomundo.org  

1 de jul de 2015

DOUTORA TARAUACAENSE DESENVOLVE PESQUISA PREMIADA NOS ESTADOS UNIDOS


Doutora acreana desenvolve pesquisa premiada nos Estados Unidos

                                                    Drª  Sonia ao lado direito da foto

George Naylor - A notícia que entrou em destaque nos principais tablóides especializados dos Estados Unidos colocou em evidência a doutora acreana, Sonia Rocha Sanchez, que saiu de Tarauacá município distante 400 km da capital do Estado, Rio Branco para hoje, ser uma das principais pesquisadoras da Universidade de Creighton na Califórnia.

Sonia Rocha-Sanchez que foi aluna da rede pública no Acre, estudando na escola Serafim da Silva Salgado e no Instituto de Educação Lourenço Filho,  recebeu recentemente, um prêmio muito importante concedido pelo Instituto Nacional da Saúde Americano (NIH) em reconhecimento pelo desenvolvimento de uma nova técnica vista pelos especialistas como revolucionária, voltada para controlar a expressão de genes específicos e auxiliar diretamente na regeneração de células e tecidos.

A conceituada doutora, que hoje é um dos principais nomes da área, já reside nos Estados Unidos há mais de 15 anos, é PHD, professora de Biologia Oral e Ciências Biomédicas das Faculdades de Odontologia e Medicina da Universidade de Creighton, geneticista especialista em Biologia e Fisiologia do ouvido interno e atualmente é responsável pela pesquisa e desenvolvimento de um método específico para modificar temporariamente a expressão do gene retinoblastoma-1 (RB1) em camundongos de laboratório. A técnica desenvolvida pela pesquisadora acreana tem como intuito principal permitir o crescimento de células ciliadas do ouvido interno e, potencialmente, restaurar a audição e equilíbrio, normalmente perdidos devido à ausência dessas células.

Exclusiva

A Dra. Sonia Rocha que também se graduou em Biologia na Universidade Federal do Acre (Ufac), concedeu, na manhã de ontem, 18, uma entrevista exclusiva a nossa equipe de reportagem onde na ocasião falou sobre a sua jornada acadêmica, desafios profissionais, trabalho em outros países e detalhou a sua pesquisa voltada à regeneração das células responsáveis pela audição que já é vista pelos especialistas como uma das mais promissoras da atualidade.

A renomada pesquisadora iniciou a entrevista falando sobre o início da sua história acadêmica nas escolas públicas de Rio Branco. “Sou acreana de Tarauacá e os meus pais, até hoje, moram em Rio Branco. Iniciei os meus estudos do 1° ao 8° ano na escola Serafim da Silva Salgado e conclui o segundo grau no Instituto de Educação Lourenço Filho. Entrei na Ufac onde conclui o curso de Biologia e em seguida, passei no mestrado na UFV e tive que graduar sozinha, antes da minha turma para poder começar os estudos voltados para Genética em Viçosa”, relatou a especialista em genética, Physiology do ouvido.

Sonia Rocha ficou em primeiro lugar no doutorado em Biologia Celular e Molecular da Unicamp, quando conseguiu uma bolsa de estudos na Espanha, onde concluiu o PHD em Biologia Celular e Molecular/Genética de população.

“Quando acreditamos nos nossos sonhos e no potencial do nosso trabalho duro o resultado sempre é favorável. Espero que o meu trabalho possa incentivar outros acreanos a alcançarem os seus sonhos”, afirmou.

Pesquisa premiada

A pesquisa da Dra. Rocha-Sanchez, foi publicada na revista Fronteiras da Neurosciencia Celular (Frontiers of Cellular Neuroscience) em fevereiro do ano em curso e automaticamente várias outras importantes revistas do meio científico, incluindo o prestigiado periódico Jornal de Neurosciencias (Journal of Neuroscience) também repercutiram o assunto.

A especialista detalhou, durante a entrevista, como iniciou a pesquisa que lhe rendeu um prêmio financeiro com o intuito de aprimorar a técnica em terapia gênica e avaliar o seu potencial no tratamento de seres humanos.


“Depois que conclui meu PHD na Espanha, fui selecionada para fazer pós-doutorado em Genética humana nos Estados Unidos. Minha pesquisa de pós-doutorado foi em Neurociência o que me permitiu aprender sobre fisiologia e genética do ouvido. Eu fui a primeira pós-graduada estrangeira a conseguir uma bolsa integral para fazer a pesquisa na Universidade de Creighton e quando conclui o pós-doutorado fui contratada pela Universidade”, explicou a pesquisadora.

Rocha-Sanchez falou ainda sobre o seu objetivo com a pesquisa detalhando  os critérios avaliativos para o reconhecimento do trabalho. “O foco principal dessa pesquisa é desenvolver terapias para proteger as células ciladas do ouvido e promover um processo de regeneração quando danificadas o que resulta na cura da surdez e dos problemas de equilíbrio. Uma vez que as novas células se regeneram nos retornamos a expressão gênica ao seu estado original. RB1, como muitos outros genes no nosso DNA, é um gene bastante importante e sua eliminação completa deve ser evitada a qualquer custo”, explicou.

Em relação ao reconhecimento da pesquisa e os prêmios concedidos ao trabalho a doutora afirmou que se sente muito honrada em conseguir esse destaque envolvendo o seu trabalho.

“O processo é bastante complicado e competitivo. Envolvendo todas as universidades e centros de pesquisas do continente americano e territórios fora do continente. O comitê de seleção é escolhido pelo Ministério que consiste de doutores de universidades de prestígio de dentro e fora dos Estados Unidos. Esse prêmio que a pesquisa recebeu em fevereiro é apenas um de vários outros que já foram concedidos tanto pelo Ministério da Saúde Americano quanto de empresas privadas e fundações. Não esperávamos toda essa repercussão e estamos muito satisfeitos com os resultados”, relatou.

Antes do desenvolvimento dessa nova técnica, os pesquisadores contavam com apenas duas alternativas para modular a expressão do gene retinoblastoma: estimular sua expressão máxima, ou eliminá-lo completamente do genoma.

Falta de oportunidade no Brasil

Ao termino da entrevista a pesquisadora declarou que tentou desenvolver a pesquisa no Brasil, mas pela falta de incentivos ficou desestimulada a regressar ao seu país de origem.

“Eu tentei e tentei bastante voltar para o Brasil. No meu último ano na Espanha em 2002, tentei de tudo para voltar e trabalhar, mas como era ano eleitoral não teve condições. Minha única opção era voltar ao Brasil desempregada ou ir para os Estados Unidos com emprego garantido, Green Card entre outros benefícios. A falta de opção do meu próprio país fez minha decisão ser bem mais fácil, mas espero de alguma forma, poder incentivar os pesquisadores acreanos a alcançarem seus desafios e acreditarem nos seus sonhos”, finalizou.
Nota do Blog: O subtítulo é o título original

SECRETARIA DE CULTURA DIVULGA PROGRAMAÇÃO PARA A REABERTURA DO ESTÁDIO NABORZÃO


Foto: Assecom Tarauacá
1. 16:00h - Apresentação das equipes esportivas acompanhados de alunos das escolinhas do município.

2. 16:10h - Hasteamento dos pavilhões Nacional, Estadual e Municipal acompanhado do hino do município cantado pelo coral da Assembléia Legislativa do Acre.

3. 16:20h - Jogo da seleção máster de Tarauacá x seleção máster do Rio Branco. 

4. 17:50h - Jogo do selecionado da prefeitura municipal e câmara de vereadores x selecionado da assembléia legislativa (deputados).

5. 18:30h – Apresentação de vídeo institucional.

6. 18:40h - Jogo da seleção principal de Tarauacá x Feijó. (intervalo do jogo: Apresentação cultural musical com o grupo matutos pelo a verso).

PRESIDENTE DA ACADEMIA ACREANA DE LETRAS CONVIDA O POVO DO ACRE AO USO DO GENTÍLICO ACREANO


Luisa Galvão Lessa      lessaluisa@yahoo.com.br
 Presidente da Academia Acreana de Letras

Por que o povo do Acre escreve com /i/ o seu gentílico? A resposta a essa pergunta não encontra eco na história, na tradição, nos tratados linguísticos. Assim, não há lei capaz de mudar o gentílico de um povo. Nós somos ACREANOS. Vamos respeitar um gentílico que faz parte dos costumes, história, tradição do Acre há quase dois séculos.

Alguém poderia responder o seguinte: o Acordo Ortográfico nos obriga a isso. A resposta: NÃO É VERDADE. Ainda não tivemos o Acordo Ortográfico sancionado por todos os países da lusofonia, embora aprovado em 1990, encontra-se, hoje, em discussão no Senado Federal. Acordo significa que todos concordam. Não é o que acontece. 

Esse Acordo Ortográfico foi aprovado em 1990, há dez anos, mas nem todos os países da lusofonia o homologaram. Há grande resistência a ele nos três continentes. Portanto, quando alguém abole o trema, porque o trema é desnecessário, está cometendo uma violência. Igualmente quando alguém escreve ACRIANO está atentando contra a nossa identidade, cometendo uma violência à cidadania acreana. Ademais, essa mudança se configura como uma atitude discriminatória, porque o Acordo Ortográfico ainda não está em vigor.E, mesmo que estivesse, não nos obrigaria a romper com as nossas tradições, que estão acima de todos os acordos.

Ditas essa palavras iniciais, compreende a Academia Acreana de Letras que o gentílico acreano é forma consagrada pelo uso regional desde o século XIX, segundo dados colhidos nas obras: Revista do Instituto do Ceará - ANNO XLIV – 1932; Revista do Instituto do Ceará - ANNO LIII – 1939; Revista do Instituto do Ceará - ANNO LIV – 1940; em Subsídios para a História do Alto Purus e Separata da Revista do Instituto do Ceará, Tomo LIV – Ano LIV -- Editora Fortaleza, de autoria de Soares Bulcão.

Também esta Casa cotejou o Folheto Unitas, publicado na typ. e Enc. de A. Loyola, 8 Pará, 1900, em cuja capa traz os seguintes dizeres: “ A Questão do Acre. Manifesto dos Chefes da Revolução Acreana  ao venerando Presidente da República Brazileira, ao povo brazileiro e às praças do commercio de Manaos e do Pará”, com a seguinte legenda: “Os brasileiros livres nunca serão bolivianos”. Independência ou Morte! Viva o Estado Independente do Acre! 

Esta Corte, parafraseando a patriótica legenda, diz: “Somos acreanos, nunca acrianos! Isso porque no ano de 1900,  em março, no Pará, um grupo de revolucionários formou a “Comissão Acreana”, em defesa deste solo até, então, boliviano. Neste grupo estavam os nobres heróis criadores do gentílico acreano: Antonio de Sousa Braga, Rodrigo de Carvalho e Gastão de Oliveira. Concordaram e secundaram o manifesto: Hypólito Moreira, Pedro da Cunha Braga, Joaquim Alves Maria, Manoel Odorico de Carvalho, Antonio Alencar Araripe, Joaquim Domingues Carneiro, Luís Barroso de Sousa, Francisco Manuel de Ávila Sobrinho e Raimundo Joaquim da Silva Vianna.

Considera a ACADEMIA ACREANA DE LETRAS que um gentílico não se muda por força de Acordo, Decreto, Lei, porque um gentílico pertence à população do lugar, é nome sagrado que se guarda como um tesouro raro, que dá voz ao adjetivar um povo. E nesse particular, consagrou-se no meio linguístico, em todos os tempos, as sábias palavras do grande gramático Fernão de Oliveira (1536) que “os homens fazem a língua, e não a língua os homens”. Assim, segundo o mestre, “cada um fala como quem é”. E, aqui, no extremo oeste do Brasil a população é acreana, desde o nascimento.

Concluindo, o próprio Acordo diz que os nomes registrados e aqueles que guardam tradições e costumes permanecem inalterados. Por tudo isso, as Ciências Humanas, por mais magníficos e atraentes que sejam seus argumentos lógicos e dialéticos, não propiciam arcabouço seguro para tirar dessa terra acreana o seu gentílico consagrado: acreano. Dito isso tudo, conclamo os acreanos à preservação do nosso gentílico em todos os meios de comunicação, com maior força nas redes sociais.
----------------------------------------------------------------------------------------------
DICAS DE GRAMÁTICA

ELE "INTERMEDIA" A NEGOCIAÇÃO?
- Em língua portuguesa ninguém deve fazer isso. Mediar e intermediar conjugam-se como odiar: Ele intermedeia (ou medeia) a negociação. Remediar, ansiar e incendiar também seguem essa norma: Remedeiam, que eles anseiem, incendeio.

Luísa Galvão Lessa Karlberg – É Pós- Doutora em Lexicologia e Lexicografia pela Université de Montreal, Canadá; Doutora em Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro; Membro da Academia Brasileira de Filologia; Membro imortal da IWA; Presidente da Academia Acreana de Letras.

PRESIDENTE DA CÂMARA VEREADOR EZI ARAGÃO AGRADECE PELO RETORNO DO DELEGADO JOSÉ OBETÂNIO PARA TARAUACÁ


A Câmara Municipal de Tarauacá, através de sua Mesa Diretora, representada pelo Vereador-Presidente Ezi Aragão, vem a público, externar a satisfação de todos os Vereadores com o retorno do Delegado de Polícia Civil, Dr. Obetânio para nossa cidade.

Valeu a pena todas as investidas para que isso se concretizasse, nós Vereadores nos unimos em uma só voz, juntos fomos até a Secretaria de Segurança Pública do Estado, solicitar a sua permanência, fizemos documentos, ligações cobrando uma resposta urgente, pois nossa população não podia esperar tanto.


O Vereador Mirabor Leite fez o pedido para que fosse feita uma reunião agradecendo o Delegado os dias dedicados a nossa população, todos os Vereadores aceitaram e ocorreu não uma reunião e sim um grande ato democrático com a sociedade em geral, onde todos em uma só voz pediam para que o Delegado Dr. Obetânio permanecesse em nossa cidade. No mesmo ato foi feito um abaixo assinado com mais de 1.300 assinaturas e encaminhado para os órgãos competentes pedindo sua permanência.

Ontem liguei para o Secretário de Segurança Pública, agradecendo a boa notícia que tivemos essa semana, que é o retorno do Dr. Obetânio para nossa Tarauacá. Agradeço aos Vereadores que juntos uniram forças e lutaram pelo que é melhor para nossa população. Agradeço também, a todos que não mediram esforços para mediar esse retorno. E dizer a nossa população que conte sempre com o Legislativo Municipal, estamos dispostos a servir sempre por uma Tarauacá melhor.

Seja bem vindo Dr. Obetânio!

MPF RECOMENDA INSTALAÇÃO DA DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO NO VALE DO JURUÁ


População carente da região vem sendo assistida por advogados nomeados

Procurador da República Thiago Correa

O Ministério Público Federal enviou recomendação à Defensoria Pública da Pública da União (DPU) para que, no prazo máximo definitivo de 180 dias, instale unidade do órgão de defesa da camada hipossuficiente da sociedade junto à Subseção Judiciária Federal de Cruzeiro do Sul, que abrange  oito municípios, totalizando mais de 220 mil habitantes na região, e não é atendida pelos Defensores Públicos Federais lotados em Rio Branco, capital do Estado. 

A recomendação, assinada pelo procurador da República Thiago Corrêa, responsável pela Procuradoria da República em Cruzeiro do Sul, chama  a atenção para o fato de que, desde dezembro de 2013, data da instalação da Subseção Judiciária da Justiça Federal em Cruzeiro do Sul, mais de 1.800 casos são de atendimentos a pessoas de baixa capacidade financeira, que obrigam a Justiça a patrocinar advogados dativos para as suas defesas, garantido-lhes seus direitos constitucionais. 

O MPF deu prazo de 180 dias para a instalação da unidade da Defensoria com toda a estrutura necessária para o funcionamento, porém quer que em 20 dias seja apresentada alternativa para que, ao menos um Defensor Público Federal possa estar frequentemente em Cruzeiro do Sul, ainda que em regime interino. Para isso, a DPU tem o prazo de 20 dias, a contar do recebimento desta recomendação, para que informe o seu acolhimento, identificando, pormenorizadamente, as medidas adotadas para seu cumprimento.

Caso a DPU não acolha o que foi recomendado, outras medidas poderão ser tomadas, inclusive no âmbito judicial, visando garantir o direito da coletividade prejudicada pela ausência do órgão na região.

HERMINGTON FRANCO
Assessor-Chefe de Comunicão Social
Procuradoria da República no Acre

FACECOISAS - 01/07/2015


30 de jun de 2015

DEPUTADO JESUS QUER RESTRINGIR O USO DE CELULAR NAS SALAS DE AULAS DAS ESCOLAS DO ACRE



Ray Melo  - O deputado estadual Jesus Sérgio (PDT) quer proibir o uso de celular nas salas de aulas dos estabelecimentos de ensino do Estado. Ele apresentou um projeto na manhã desta terça-feira (30), na ALEAC, que regulamenta a utilização de aparelhos celulares e equipamentos eletrônicos nas salas de aulas, bibliotecas e outros espaços de estudo das instituições de ensino públicas e particulares.
O projeto de Jesus abre exceções para a utilização, como o uso com autorização do professor para desenvolvimento de atividades pedagógicas. Nos demais espaços, exceto se no “modo silencioso” ou para auxílio pedagógico. O deputado também propõe que os celulares e aparelhos digitais deverão ser mantidos desligados, enquanto permanecerem nos espaços das escolas.

Jesus Sérgio, que tem 20 anos em docência em matemática, justifica a necessidade de sua medida. “Muitos alunos não observam o contrato e passam a utilizar o celular em sala de aula. A intenção é que os equipamentos sejam utilizados com o acompanhamento do professor e dentro de um planejamento, no intuito de preservar a essência do ambiente pedagógico”.

“É sabido ainda que o uso do referido equipamento prejudica a concentração e leitura dos estudantes, uma vez que o acesso à internet possibilita a navegação nas redes sociais, sem contar o envio de mensagens instantâneas ou até mesmo ouvindo músicas com fones de ouvido e atendendo ligações”, diz o deputado Jesus Sérgio, para justificar a necessidade do projeto.

JESUS SÉRGIO DESTACA EFETIVAÇÃO DO DELEGADO JOSÉ OBETÂNIO EM TARAUACÁ


Da Assessoria - Os munícipes taraucaenses comemoram a decisão do delegado de Polícia Civil José Obetânio, em permanecer na cidade, após substituir as férias do delegado Samuel Silva. Mesmo que interinamente, José Obetânio ganhou a simpatia das corporações (policiais civis, militares e demais autoridades) e, principalmente da população, em virtude do excelente serviço prestado. A atuação do delegado refletiu diretamente nos índices de violência, roubos e furtos, que caíram significativamente e devem seguir em baixa.


A permanência do Delegado foi possível graças à sensibilidade do governador Sebastião Viana, que atendeu ao pedido da população e autoridades que reivindicavam a transferência do mesmo, de Manoel Urbano para Tarauacá.

VÁ COM DEUS !

DA SÉRIE: FALTA DE EDUCAÇÃO - LIXO OU VASO PARA PLANTA - A POPULAÇÃO PRECISA SE DECIDIR


FESTIVAL DE VERÃO É A PARTIR DE 12 DE JULHO FECHANDO COM A EXPOTARAUACÁ NOS DIAS 1,2,3 DE OUTUBRO -


Tião Viana e Rodrigo Damasceno dialogaram sobre a realização do evento durante reunião (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Por Ana Paula Pojo  - Em reunião com o governador Tião Viana, na Casa Civil, nesta segunda-feira, 29, o prefeito de Tarauacá, Rodrigo Damasceno, anunciou que a segunda edição da ExpoTarauacá será realizada nos dias 1, 2 e 3 de outubro deste ano. O evento conta com a parceria do governo do Estado e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Este ano, a prefeitura planejou diversas atrações, como o show de Silvano Sales e Léo Nascimento (cover do cantor Eduardo Costa). Na programação constam, ainda, a realização da tradicional cavalgada, rodeio e exposições diversas. “Nós esperamos repetir o sucesso da primeira edição, fazer uma festa que contemple a população e abra as portas para as pessoas de outras cidades, já que Tarauacá é uma cidade muito hospitaleira”, disse o prefeito.

O governador lembrou que o evento é muito importante para a economia da cidade, uma vez que aquece a rede de hotelaria, o comércio local e restaurantes, sendo ainda uma grande oportunidade de negócio para o produtor rural.

Damasceno concordou que a ExpoTarauacá ajudará a fortalecer ainda mais a agropecuária. “Isso porque nós somos o maior rebanho do Vale do Juruá, então é uma grande oportunidade para os negócios no setor e, ainda, para potencializar nossas demais locações, como a banana, a farinha, o abacaxi”, reiterou o prefeito.

A partir de 12 de julho será iniciado o festival de verão da cidade, que deve durar até o fim da estação e ser fechado com a ExpoTarauacá.

POPULAÇÃO DÁ O RECADO: RESOLVAM O PROBLEMA QUE VOCÊS CRIARAM COM SUA INÉPCIA


A população tarauacaense votou em uma enquete disponibilizada no bog do Accioly. 

A resposta foi clara e não deixa dúvidas que a população não só de Tarauacá, mas do Acre e Brasil não aguentam mais tanto abuso. Resolvam seus problemas, tracem prioridades e ao invés de copa do mundo, invistam no que realmente interessa para o povo. É muito fácil um ministro ser contra a redução da maioridade penal quando anda cercado de segurança e mora em condomínios de luxo com guarda particular armadas.
Na cadeia alimentar quem é comido pela violência são os reles mortais aqui de baixo.

O problema quem criou foram vocês com sua inépcia, portanto, resolvam e não queiram jogar o problema para quem faz esse país se desenvolver.

29 de jun de 2015

O HOJE VEREADOR MIRABOR LEITE (PMDB), QUANDO ESTUDANTE JÁ DEMONSTRAVA TODO SEU AMOR POR TARAUACÁ


O hoje Vereador Mirabor Leite (PMDB), ainda era o estudante José Leite Neto  na escola Plácido de Castro, quando compôs alguns versos que foram editados em um pequeno livreto de 18 páginas.

Trata-se  de um concurso onde Mirabor Leite tirou o 1º lugar com esse livreto - A história de Tarauacá em Versos -  no concurso de poesia "Exaltação de Tarauacá" promovido pela DIVISÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TARAUACÁ que tinha como Diretora da Divisão e Educação e Cultura a Senhora Suzette Linhares Ferreira, esposa do ex prefeito Ennio Ayres e consequentemente mãe do nosso glorioso Ennio Filho.

Parabéns ao nobre Vereador pelo feito histórico que agora é história.

PRODUÇÃO DO KC-390 NÃO TEM RECURSOS GARANTIDOS



Por Virgínia Silveira - O programa de desenvolvimento do jato de transporte militar KC-390, a cargo da Embraer, é o único projeto estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB) que teve autorização do governo para o recebimento de recursos aprovados pela Lei Orçamentária Anual (LOA) em 2015. Mas o mesmo não acontece para a sua produção.

O desenvolvimento do cargueiro é considerado prioridade número um na FAB, tendo em vista que qualquer atraso pode comprometer as vendas da aeronave no mercado internacional. “Os recursos estão sendo liberados de forma parcelada e no valor total de R$ 771 milhões para este ano”, disse o presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (Copac), brigadeiro Paulo Roberto de Barros Chã.

Embora seja considerado prioritário, os recursos para a fase de produção da aeronave ainda não foram confirmados. A Lei Orçamentária prevê R$ 400 milhões para a produção do KC-390 este ano. O contrato de produção de 28 aeronaves para a FAB, avaliado em R$ 7,2 bilhões, foi assinado com a Embraer em maio do ano passado. Em 2014 a Embraer recebeu R$ 20 milhões para iniciar as atividades de produção do KC-390.

A certificação para voo da versão civil do KC-390, que será emitida pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), está prevista para o fim de 2016. Já a certificação militar, conduzida pelo Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), vinculado ao DCTA, deverá ocorrer no segundo semestre de 2017. O certificado de tipo (do projeto) é garantia da segurança de operação da aeronave e cumprimento dos requisitos de projeto.

O processo de certificação do KC-390, segundo o brigadeiro Alvani Adão da Silva, diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), já produziu cerca de 1500 relatórios entre desenvolvimento e certificação (civil e militar), dos quais um terço já foi aprovado. “Estamos agora entre as fases de aprovação do plano de certificação pelas autoridades e a demonstração de cumprimento dos requisitos. O KC-390 também se prepara para a realização dos ensaios em voo, fundamentais para a demonstração do cumprimento dos requisitos.”

Para cumprir os prazos previstos no cronograma de trabalho da certificação, o IFI foi autorizado pelo governo a contratar 34 servidores temporários. Os novos profissionais também darão apoio às atividades de certificação e de compensação comercial, industrial e tecnológica no âmbito do projeto dos caças F-X2.

Além do KC-390, a Copac é responsável pela coordenação dos principais programas de reaparelhamento da FAB, entre eles a aquisição dos caças suecos Gripen NG e dos helicópteros H225, que também estão sendo adquiridos pela Marinha e o Exército. Para os demais projetos, mesmo com orçamento aprovado, a Copac ainda não teve autorização para repassar os recursos.

O programa F-X2 tem R$ 1 bilhão aprovados para o exercício de 2015. “Temos o crédito, mas não temos o numerário para pagar ou o financiamento aprovado”, afirmou o presidente da Copac. Independentemente do valor que será autorizado para a primeira parcela, segundo o brigadeiro, os recursos do F-X2 terão que ser faturados em 2015.

No caso do programa dos helicópteros H225M, produzidos para as três Forças pela Helibras, o presidente da Copac diz que foi aprovado R$ 323 milhões para 2015, mas a proposta orçamentária previa R$ 538 milhões. A Copac, no entanto, ainda não obteve autorização para liberar os recursos aprovados para o projeto.

RÚSSIA ESTÁ "BRINCANDO COM FOGO" AO SUGERIR USO DE ARMA NUCLEAR, DIZ PENTÁGONO


Foto: Poder Naval
Yahoo - A Rússia está "brincando com fogo" ao sugerir que se poderia usar armas nucleares em territórios em disputa, e a administração Obama acredita que essa postura é parte da campanha de intimidação russa contra a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), disse o número 2 do Pentágono, Robert Work, que é vice-secretário de Defesa.

Ele se mostrou preocupado com o que chama de provocação russa. "Qualquer um que pense que pode controlar a escalada das tensões por meio do uso de armas nucleares está literalmente brincando com fogo", afirmou. "Escalada é escalada, e o uso de armas nucleares poderia ser o último degrau", acrescentou.

Work não citou qualquer documento específico da Rússia, mas parecia se referir ao comentário do presidente do país, Vladimir Putin, feito em março, no qual ele afirmava estar pronto para assegurar que as forças nucleares russas estariam em alerta máximo durante as tensões em torno da anexação da Crimeia. Putin teria feito outros movimentos para enfatizar a prontidão e o poder do arsenal nuclear russo.

"Autoridades russas continuam fazendo comentários irresponsáveis sobre suas forças nucleares, e nós avaliamos que eles estão fazendo isso para nos intimidar e a nossos aliados também", afirmou Work. 

Fonte: Associated Press

NELSINHO PIQUET É O PRIMEIRO CAMPEÃO DA FÓRMULA E; BIRD VENCE EM LONDRES



Nelsinho Piquet

 - Bastou um sétimo lugar na 11ª e última etapa em Londres para Nelsinho Piquet sagrar-se campeão da Fórmula E. A categoria de carros elétricos da FIA teve entre 2014 e 2015 a sua temporada inaugural.

A decisão foi por apenas 1 ponto, 144 contra 143 de Sebastien Buemi. O piloto da e.dams chegou em quinto, tentou pressionar Bruno Senna nas voltas finais, mas não conseguiu superar o brasileiro da Mahindra, que o havia passado após uma rodada na 24ª volta.

A corrida foi vencida na pista por Stephane Sarrazin, que liderou desde a largada. Mas o francês, que foi bastante pressionado no final por Sam Bird, acabou penalizado em 30s por velocidade excessiva nos boxes e caiu para 15º.

Bird ultrapassou após a rodada de pit stops Loic Duval, que era segundo desde a largada. Este acabou em terceiro, atrás também de Jerome D’Ambrosio, seguido por Senna e Buemi.

Lucas di Grassi tinha chances matemáticas de título. Mas não conseguiu mais do que a sexta colocação, entre Buemi e Piquet: era 11º no grid e nono após a largada, evoluindo desde então.

Piquet, por sua vez, ganhou quatro posições na primeira volta, passando de 16º para 12º, depois herdou mais duas antes da parada, a qual foi o último a fazer e por isso liderou por alguns instantes. Na volta à pista, após a intervenção única do Safety Car, deixou para trás o companheiro de equipe, Oliver Turvey, e Salvador Duran, fazendo o necessário para ser campeão após a rodada de Buemi instantes antes.

Classificação da prova:

Pos Piloto Equipe Carro Dif.
1 Sam Bird Virgin Spark-Renault 45m48.792s
2 Jerome D’Ambrosio Dragon Spark-Renault 6.973s
3 Loic Duval Dragon Spark-Renault 9.430s
4 Bruno Senna Mahindra Spark-Renault 10.147s
5 Sebastien Buemi e.dams Spark-Renault 10.689s
6 Lucas di Grassi Abt Spark-Renault 11.204s
7 Nelson Piquet Jr. China Spark-Renault 11.561s
8 Salvador Duran Aguri Spark-Renault 12.402s
9 Oliver Turvey China Spark-Renault 14.142s
10 Nicolas Prost e.dams Spark-Renault 14.535s
11 Daniel Abt Abt Spark-Renault 23.170s
12 Simona de Silvestro Andretti Spark-Renault 24.610s
13 Karun Chandhok Mahindra Spark-Renault 31.501s
14 Alex Fontana Trulli Spark-Renault 38.423s
15 Stephane Sarrazin Venturi Spark-Renault 48.680s
16 Jean-Eric Vergne Andretti Spark-Renault 1 volta
- Nick Heidfeld Venturi Spark-Renault -
- Fabio Leimer Virgin Spark-Renault -
- Jarno Trulli Trulli Spark-Renault -
- Sakon Yamamoto Aguri Spark-Renault -

28 de jun de 2015

CONFIRMADO, DELEGADO OBETÂNIO RETORNA PARA TARAUACÁ



O Prefeito Dr. Rodrigo Damasceno colocou a pouco em sua página no facebook que já está definido o retorno do Delegado José Obetânio para nosso município.

"Delegado Obetânio Fica em Tarauacá!!!

Hoje tive um almoço muito positivo com o Delegado Obetânio no Município de Manoel Urbano. Na conversa, destacamos a importância de sua permanência em Tarauacá e apoio para que ele possa continuar a realizar um bom trabalho em Nosso Município!!

Depois de uma longa conversa pude perceber que seu coração estava dividido. Mesmo com todo o Carinho que ele também nutre por Manoel Urbano, ele pode entender que nesse momento Tarauacá estava precisando mais dele!

Destaco aqui, também a Sensibilidade do nosso Governador Tião Viana, do Secretário de Polícia Dr. Flávio, do amigo Gilvandro Assis, dos Vereadores, Deputados e Movimento Social de Tarauacá que também foram importantes para sensibilizá-lo!

Seja bem Vindo a Nossa Tarauacá Delegado Obetânio e tenho certeza que você também dará um Jeitinho de continuar demonstrando seu Carinho por Manoel Urbano!".

Sem dúvida é uma ótima notícia, porque esse era um dos grandes desejos da população tarauacaense, e aguardava com ansiedade essa resposta

Assecom Tarauacá

CAMPEONATO DE FÓRMULA 'E' - TEM BRASILEIRO DISPUTANDO: NELSINHO PIQUET TEM CHANCE DE GANHAR O TÍTULO - NESTE MOMENTO NA FOX ESPORTS- CANAL 50 NA CLARO TV

Foto: Terra

Com Nelson Piquet e Bruno Senna!


Porque não divulgam essa categoria?

Fórmula E, ou FIA Formula E Championship, é uma categoria de automobilismo organizada pela FIA com carros de monopostos movidos exclusivamente a energia elétrica, cuja primeira temporada começou no ano de 2014.

PREFEITO Dr. RODRIGO DAMASCENO PARTICIPA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO


O Prefeito Dr. Rodrigo Damasceno participou ontem (26), e hoje, da Audiência Pública para elaboração do Plano Municipal de saneamento básico. 

A elaboração desse plano é de iniciativa da FUNASA e teve como palestrante o Sr. Ronaldo Susuki da ECO ENGENHARIA Ltda, e também contou com a participação da senhora Shirlene Azevedo, do Núcleo Intersetorial de cooperação Técnica da FUNASA.

Esse prognóstico que foi feito é de fundamental para o planejamento futuro do município porque nele se especifica a responsabilidade de cada um e traça objetivos específicos para a organização do que já existe e para onde a cidade vai crescer.


Para o Prefeito Dr. Rodrigo Damasceno “A elaboração desse Plano Municipal de Saneamento é importantíssimo para o município, primeiro porque como médico sei que é uma questão de saúde pública, e segundo porque visitando o os bairros da cidade a gente nota que uma das ações mais relevantes e urgentes que podemos fazer é a  macrodrenagem, porque não adianta só ficar consertando pequenas coisas e lá na ponta do problema não dar vazão,  e as pessoas continuarem com seus quintais alagados. Por isso esse debate com a população é importante para sabermos quais as ações daremos prioridades segundo seus anseios”.  

Desperdício
Em relação à água tratada já é sabido que no Acre há municípios que se perde 68% a cada 100 m³ de água tratada, mais do que o município de São Paulo que é de 40%.

Responsabilidades
Tudo o que acontece dentro do município é de responsabilidade do município, portanto com esse prognóstico já sabemos o que está errado, onde está errado, leis que devem ser elaboradas, onde e quem Prefeitura deve cobrar, e até mesmo onde e com quem angariar verbas, já que trata de assuntos de alta complexidade como, por exemplo, aterro sanitário que não basta só implantar, tem que manter com um bom gerenciamento durante muito tempo, gerenciamento de resíduos sólidos, pneus, baterias, pilhas onde as empresas têm que ter os seus próprios planos de gerenciamentos, porque ela deve recolher  o que vende para dar um destino mais ecológico. 

Assecom

27 de jun de 2015

RJ: EM GRAVAÇÃO, TRAFICANTE AFIRMA TER MATADO AMARILDO PARA INCRIMINAR POLICIAL


Delegado revela ao site de VEJA existência de interceptação telefônica na qual um bandido, chamado de Catatau, declara ter assassinado o pedreiro para que a culpa fosse atribuída a um PM que agia infiltrado entre traficantes da Rocinha. Reportagem não obteve cópia da gravação

Desaparecimento de Amarildo na Rocinha é investigado pela Divisão da Homicídios(Alessandro Costa/Agência O Dia/VEJA)

Leslie Leitão - Uma interceptação telefônica, atualmente em poder da Justiça, pode ajudar a Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil do Rio a ter pistas sobre o paradeiro do pedreiro Amarildo de Souza, de 42 anos, vítima do desaparecimento mais comentado atualmente no Brasil. A conversa foi gravada pelo setor de inteligência da 15ª DP (Gávea), e envolve o traficante identificado apenas pelo apelido de Catatau e um policial militar da UPP da Rocinha. O PM, chamado de Avelar, trabalhava infiltrado na quadrilha com autorização judicial. No diálogo, o traficante diz ter "matado o Boi" para fazer com que a culpa recaísse sobre este policial especificamente. Boi, segundo a polícia, é o apelido que Amarildo tinha entre os traficantes da Rocinha.

A reportagem do site de VEJA não teve acesso à gravação, feita em 17 de julho, quatro dias depois do início da operação Paz Armada, que resultou na detenção de mais de 30 suspeitos de tráfico. O delegado Ruchester Marreiros, responsável direto pelo trabalho de investigação e que na semana passada foi transferido de delegacia, recusou-se a falar especificamente sobre o que ele classifica como "ação controlada" (que no linguajar jurídico significa que o agente da lei estava infiltrado com aval do Ministério Público e de um juiz para receber dinheiro e parecer aliado do tráfico). Marreiros, no entanto, admite a existência da gravação e o teor do material. "Realmente existe o grampo em que esse Catatau liga para o 'ação controlada' e fala algo do tipo: 'Aí, filho da p... Pegamos teu X-9 (informante). Matamos o Boi e vamos colocar na sua conta'. Boi, segundo as nossas investigações, era o apelido do Amarildo", afirmou o delegado.

As suspeitas sobre a ligação de Amarildo com o crime não são novas - tampouco partem apenas de policiais. O fato é que o caso, independentemente da ficha criminal da vítima, mostra como é corriqueiro o desaparecimento de pessoas no Rio de Janeiro, seja por obra de traficantes ou, o que é pior, por agentes da lei. O caso Amarildo seria apenas mais um registro sem importância para a polícia, mas ganhou notoriedade por uma coincidência: seu desaparecimento, há 25 dias, coincidiu com o momento de ebulição nas ruas e pegou carona nas reivindicações que, no Rio, têm o governador Sérgio Cabral e a PM como alvos principais.

Em entrevista à rádio CBN, na manhã desta quinta-feira, Marreiros afirmou que tanto Amarildo como a mulher, Elizabete Gomes da Silva, a Bete, eram envolvidos com a quadrilha que domina as bocas de fumo da Rocinha. O delegado ainda apresentou um vídeo no qual uma testemunha afirma ter sido espancada na porta da residência do casal. A vítima disse ainda que o imóvel era usado por traficantes para sessões de tortura. "Nada justifica o fato de o Amarildo ter desaparecido. Mas também não se pode ignorar que a vítima em questão fazia parte do crime organizando, inclusive guardando material do tráfico em casa", disse Marreiros.

Infiltrados - Para entender a trama sobre a qual a gravação levanta suspeitas - digna, diga-se, dos melhores filmes policiais -, é preciso voltar quatro meses no tempo, quando uma das equipes de policiais foi trabalhar infiltrada no tráfico. O grupo era comandado por um jovem soldado, o PM Avelar. Com o pretexto de que aceitaria receber propinas para deixar as bocas de fumo funcionarem durante seus plantões, o policial conseguiu se aproximar e ganhar a confiança de um dos homens que controlam a região atualmente, Luiz Carlos da Silva, o Djalma. O site de VEJA apurou que a equipe de Avelar passou a frequentar até mesmo bares e festas onde os traficantes se divertiam na favela. E todo o dinheiro que recebia do tráfico (o chamado 'arrego') era apreendido oficialmente no inquérito, que corria em segredo de Justiça na delegacia da área.

A falsa intimidade era tão grande que os PMs deixavam que os traficantes manuseassem seus fuzis. Nem todos, no entanto, gozavam da mesma confiança dos bandidos. "Todos eram aceitos. Menos um soldado da equipe, que uma vez se recusou a emprestar o fuzil. Criou até um clima ruim, mas depois ficou tudo resolvido", explica um oficial da PM que teve acesso às filmagens produzidas pela equipe infiltrada. De acordo com as informações obtidas pela própria UPP, o bandido conhecido como Catatau estava desconfiado da íntima relação entre o chefe Djalma e a equipe do soldado Avelar. 

"Teve um dia que a equipe do Avelar ficou cercada na Rua 2 (localidade da favela) e tivemos de resgatá-los de lá. Era o grupo do Catatau tentando matá-los", afirma um cabo da UPP da Rocinha.
Desaparecimento - A gravação telefônica e a existência do traficante Catatau são apenas peças novas e isoladas em uma investigação que, desde o início do sumiço de Amarildo, caminhou pouco. Mas o que se sabe, até agora, compromete a Polícia Militar. Entre as raras certezas do caso, duas depõem contra a corporação: o sistema de câmeras, criado para vigiar as ruas da favela contra os bandidos e dar transparência à ação da polícia, estava desligado na noite de 14 de julho, quando a vítima sumiu; e também não funcionava o GPS da viatura que transportou Amarildo - outro item que serve para evitar que, em casos como o de agora, os policiais sejam acusados injustamente. As buscas, até agora, não encontraram qualquer vestígio de Amarildo.

FACECOISAS - 27/06/2015




SAI O PAGAMENTO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS - MAIS NOTÍCIAS DA PREFEITURA








Assecom Tarauacá